Inspirações

Reencontro

 

 

A face turva e enevoada da lua
ilumina – tímida - a abóbada sideral
papeis rodopiam ao longo da rua
ferindo o silêncio quase sepulcral

Retine a sineta à porta da frente
intermitente como o ladrar de um cão
abro e te dou passagem, solenemente
entras a beijar-me com sofreguidão

Percebo más noites pela insônia herdadas
na morrediça luz refletida tenuemente
dos teus olhos de cores amendoadas
na tua pele macia a tremer virginalmente

 

 

Rui Paiva

Enviar-me um e-mail quando as pessoas deixarem os seus comentários –

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Casa dos Poetas e da Poesia.

Join Casa dos Poetas e da Poesia

Comentários

This reply was deleted.
CPP