Sereias

Sereias

 

Em noite de lua cheia,

Sentado à beira-mar,

O canto de uma sereia

Me incita a sonhar.

 

Deixo-me conduzir

Pelo cântico sereno,

Sinto meu corpo a ir

Num deslizar ameno.

 

Sua boca, molhada,

Me convida a beijar,

Não penso mais nada.

 

Limpo a cabeça de ideias.

Não sei se vêm do mar,

Amo tão belas Sereias.

 

Francis Raposo Ferreira

19/01/2020

Enviar-me um e-mail quando as pessoas deixarem os seus comentários –

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Casa dos Poetas e da Poesia.

Join Casa dos Poetas e da Poesia

Comentários

  • Gestores

    Mais um belíssimo texto! Parabéns Francis! 

This reply was deleted.
CPP