TEMPO


6359437052?profile=RESIZE_710x

https://www.youtube.com/watch?v=JMM9bRJptIQ

TEMPO

Um sábio falou que o tempo inexiste,
É só ilusão que a mente mascara!
Se é verdade, por que esta rara
Amargura na min!halma persiste?

Cantou um poeta que o tempo não para,
Andante que passa e nada o resiste!
Então, por que a dor que ora me assiste
Não segue com ele e a mente me aclara?

Mas, nenhum dos dois explica o que sinto:
No sábio não chego nem por instinto,
E, o poeta versejou com outro fim!

É que a razão bem longe passa dos dois...
O tempo para, tenho certeza, pois,
Assim que tu foste, parou para mim!

Nelson de Medeiros

Enviar-me um e-mail quando as pessoas deixarem os seus comentários –

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Casa dos Poetas e da Poesia.

Join Casa dos Poetas e da Poesia

Comentários

  • Um poema que cativou o público presente. Parabéns pela criativa inspiração. Abçs

    • Obrigado, menina poeta.

      Teu comentário é sempre importante. O incentivo é grande.

      1 ab

  • Nelson, visite o grupo Estilos poéticos.

    Lá tem mote para Rondel.

    Nós ajude movimentando o grupo

  • Parabéns.

    Belíssimo poema!

    Abraço

    • Obrigadissimo poeta. Sempre recebo com carinho um incentivo seu, que é mestre na arte de poetizar.

       

      1ab

  • Gestores

    Maravilhosa construção poética!! Parabéns Nelson!!

    DESTACADO!! 

    • Obrigado menina, voce é sempre gentil com meus versos,  quase sempre tristes.

      Obrigado mesmo pelo incentivo.

      1 ab

  • Jogo de palavras na última estrófe criativas e poéticas

    Lindo poema.

    Parabéns caro Nelson

    antonio

    • Obrigado poeta Antonio. Sempre bom receber incentivos assim

       

      1ab

  • Nossa! Que lindo Nelson. Muito suave. Adorei. Um abraco.

This reply was deleted.
CPP