Tributo (Décima)

Quem te iguale nesse mundo
não há o que eu desconheço,
penso que a ti, não mereço;
talvez, por isso, profundo
é o meu sentir... fecundo!
E nas mãos, ao teu penhor,
trago-te joia de valor,
que o ouro não paga não;
pois da joia, o coração,
tu és o meu único amor!

Efepê Efe Oliveira - 07/09/21 - 15h23'

 

https://alfarrabiopoetico.blogspot.com/2021/09/tributo-decimas-de-cordel-publicadas.html 

Enviar-me um e-mail quando as pessoas deixarem os seus comentários –

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Casa dos Poetas e da Poesia.

Join Casa dos Poetas e da Poesia

Comentários

  • Gestores

    9557747679?profile=RESIZE_930x

  • Gestores

    Confissão

    Nada conheço que valha,
    teu sorriso cativante;
    nem mesmo o maior diamante,
    que o ourive modela e talha.
    Teu sorriso a vida entalha.
    e sem ele eu perco o norte.
    Nessa vida meu suporte
    é esse amor que carrego,
    eu confesso e jamais nego:
    o teu amor me faz mais forte!

    Edith Lobato - 11/09/21

  • Gestores

    9555667272?profile=RESIZE_584x

This reply was deleted.
CPP