*TUDO BEM!?...*

 

*TUDO BEM!?...*

Inconveniências Que Convém
Nina Costa & Silvio Fergon

Tudo bem se eu sussurar no seu ouvido
De um modo ousado, deliciosamente atrevido?
Tudo bem se eu deslisar as mãos por dentro de suas vestes,
Sentir seu corpo, deixar os dedos fazer uns testes?

Tudo bem, amor, seu fingir que não gostei,
Mas se no fundo adorar?
Se nessa de testa aqui e acolá,
Com olhos brilhantes e face em rubor, pedir pra não parar?

Tudo bem: alguém precisa mostrar pose de pudores,
Os poros, de feromônios, exalando odores,
Atiçando suavemente nossa interna fera,
Os pudores se distraem, e aí, já era!

Tudo bem, que seja eu a caça
de todos seus apelos,
Com os instintos a eriçar os pelos
Causando  arrepios e frenesi,
Corpos e almas unidas em êxtase.

Tudo bem: eu finjo ser o lobo mal,
Eu caço e viro caça no final,
É caça, é dança, é troca de lugar,
É tudo bem ser devorado e devorar!

E nessa dança, nessa troca e vira.
Nesse come e se devora, nesse põe e tira.
Em indecência que é normal  a quem tem fome,
Sou sua pequena, você meu homem.

Nesse fogo e querer, até o Cosmo diz " Amém! "
E depois da explosão do prazer
O silêncio sussura: " Tudo bem!"...
 
By Nina Costa e Silvio Fergon, in  17/08/2020
Enviar-me um e-mail quando as pessoas deixarem os seus comentários –

Nina Costa

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Casa dos Poetas e da Poesia.

Join Casa dos Poetas e da Poesia

Comentários

  • Gostei! Um poema bem ousado!

  • Gestores

    Eu adorei!

    Parabéns Nina e Silvio!!

    DESTACADO! 

    • Obrigada, anjo!

      Sinto-me muito honrada  e agradecida. E agradeço em nome deSilvio e emmeu próprio nome.

      Gratidão!

      Beijos!

      Nina

  • Gestores

    Um belíssimo dueto. Parabéns.

    • Obrigada Flor! Que bom que gostou!

      Beijão!

      Nina

  • Muito aprazível seu sensorial poema. Parabéns e meu abraço 

    • Obrigada, Lilian! Que bom que apreciou o dueto! Agradecida em  nome de Silvio e eu.

      Beijos!

      Nina

This reply was deleted.
CPP