Viagem

Viagem 

Às vezes fujo da realidade a sonhar
Esqueço que a vida é  feita de fatos
Em uma viagem sinto embarcar.
E o que faço, meu jeito, meus atos
Aumentam  o ensejo de muito  amar.

Nesse embarque  de devaneios vãos 
Sinto acelerar o meu coração 
Meus olhos brilham de emoção 
Sinto  flutuar pela imensidão.
Viver torna-se bela imaginação.

Com caneta e papel a escrever 
 Relato a cada linha com  clamor
Imploro que mesmo ao envelhecer 
A poesia traçada seja brado ao amor.

Linda, lírica  sem sequer  esquecer 
Que pra ser feliz  por alguns momentos 
Basta estar bem consigo mesma e querer
Inflamar  de otimismo o pensamento. 

Márcia A.Mancebo 
02/01/2020

Enviar-me um e-mail quando as pessoas deixarem os seus comentários –

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Casa dos Poetas e da Poesia.

Join Casa dos Poetas e da Poesia

Comentários

  • Estimada Poetisa Márcia.

    Poema Belíssimo, criativo e sofisticado.

    Encantado com os versos.

    Abraço de Antonio Domingos

    • Obrigada.  

      Abraço

  • Bela poesia. Genial versos

    • Obrigada querida.

  • Gestores

    Belíssima obra poética Márcia!!

    Parabéns!! 

  • Poesia, a voz da alma! Que linda viagem, amiga poetisa! Amei! Meus parabéns. Deus te abençoe. 

    • Obrigada querido amigo

This reply was deleted.
CPP