VOO DA LIBERDADE

 

 8300012474?profile=RESIZE_710x

  

 

VOO DA LIBERDADE
Eri Paiva

 

O arquiteto do Universo não nos prende,
Arapuca ou labirinto não nos arma
Faz-nos livres e, confiante nos estende ,
Asas de poder voar, longe ir, alcançar
Sonhos quiméricos ou desejos do dharma.

 

Quando do sentir-se livre muito se abusa
Imbuído na teimosia do bel-prazer,
Corre-se o risco de direções outras tomar
Na guerra egóica do custe o que custar,
Supondo que o melhor só depende do querer!

 

O Universo nos permite escolher,
Permite sonhar e abraçar o que se quer
Mas, disciplina e regra que, qualquer fazer,
Não usa espaço, limite, direito se
De alguém ou de outrem, quem seja, seu já é!

 

“Cuidar do nosso, o de todos respeitar “:
É expandir a paz, injustiça jamais,
É da terra cuidar, a floresta não queimar,
É o seu defender sem do outro tirar,
É armasse de amor para o ódio matar!

 

Parnamirim/Rn
Em 17. 12. 2020

 

 

Enviar-me um e-mail quando as pessoas deixarem os seus comentários –

Eri Paiva

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Casa dos Poetas e da Poesia.

Join Casa dos Poetas e da Poesia

Comentários

  • Gestores

    Belíssimo, Eri.

  • Um texto edificante e muito reflexivo, uma leitura para todos os dias. Parabéns e deixo votos de um Feliz Natal, com muitas bênçãos a ti e seus familiares. 

  • Gestores

    Se tivermos o respeito pelo epsço do outro, então caminhamos para um grande equilíbrio na humanidade.

    Lindo poema, Eri.

    Aplausos!

  • Gestores

    8308094258?profile=RESIZE_710x

  • Maravilhosa poesia. Vamos expandir a paz, e,ananar amor. Aplausos mil

This reply was deleted.
CPP