Inspirações

No Lirismo Dos Meus versos Chorei

Esperei-te com a alma cálida, vestida só de poesia,

Para imprimir na tua pele o lirismo dos teus desejos,

Onde coubesse um poema de amor e extasia,

Na tua boca uma bandeja de ávidos beijos.

**

Porque o lirismo dos meus versos é extremado,

As flores dos meus poemas têm licor,

De tão longe que os teus olhos têm andado,

Cristalizado ficou todo o nosso amor. 

**

Namorei as rosas, plantei vasos apaixonados,

Escrevi o teu nome no coração onde doeu,

Um pronuncio de que estávamos condenados,

No final deixámos de ser nós...apenas eu.

**

Sob promessa de viver em tristeza infinita,

Para toda a vida minha boca amordacei,

Engolindo o teu nome em frases tão bonitas,

No lirismo dos meus versos...chorei.

**

Cristina Ivens Duarte-05/11/2017

Enviar-me um e-mail quando as pessoas deixarem os seus comentários –

Cristina Ivens Duarte

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Casa dos Poetas e da Poesia.

Join Casa dos Poetas e da Poesia

Comentários

  • Lindo em demasia!

    Parabéns pela qualidade e beleza de sua arte poética! Excelente escolha de imagem e fundo musical também!

    Beijos!

    Nina

  • Querida Cristina, é com alegria que assento meus olhos em teus versos.
    Dada a força dos sentires que imprimes aos teus escritos
    não tem como não se emocionar ao lê-los.
    Aplausos deste teu amigo e fã e também desejo que estejas bem.

    Beijos, Marcos.

    • Amigo Marcos. Muito obrigada pela sua visita em meus pobres versos. Gostei de o ver' abraços.

  • Gestores Adm

    Nossa! Que alegria te ver postando.

  • Cristina felicitações pelo poema que possa ser uma das suas muitas concretizações, e que todos os que tiverem o privilégio de decodificar, fiquem sempre com aquele gostinho de quero mais. Abraços do amigo que não esquece o seu endereço!

  • Poema maravilhoso Cristina. Música saudosa.

This reply was deleted.
CPP