A Caminho da Eternidade

A Caminho da Eternidade
 
Caminho ladrilhado com flores
Pedras brilhantes, estrelas e  perfume
Por onde trilhará aquela que na terra
Fez o bem sem olhar a quem
Pregando o amor entre os filhos
Os vizinhos, os amigos
Apaziguando, defendendo
Amando, distribuindo
Servindo, somando
Distribuindo sorrisos
Coração enorme
No qual sempre cabia mais um
Por todos os lugares
Que passava
Deixava sua marca
De carinho, amor, afeto
Quem a conhecia
Dela não esquecia
Quem a conheceu
Sabe bem do que falo eu.
Sua lição fica
Seu amor fica
Seu coração bondoso fica
Seus exemplos
Serão seguidos
Estrada de flores, pedrinhas brilhantes,
Estrelas reluzentes,
Perfume de rosas amélias (suas preferidas)
Conduzam-na á eternidade
Ao encontro do Pai
E que, a Ele,
Deposite em Suas Mãos,
O que de mais precioso
Levou daqui:
A  bondade do seu coração!
 
Vá em paz minha querida mamãe!
 
 
Giselda Camilo
24/02/2016

(Sam i See, como vc pediu, eis publicado)

Enviar-me um e-mail quando as pessoas deixarem os seus comentários –

Giselda Camilo

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Casa dos Poetas e da Poesia.

Join Casa dos Poetas e da Poesia

Comentários

  • Gestores

    As Mães são santas disfarçadas de mulheres comuns... Belíssima homenagem, Giselda! Bjs

    • Transformando dor em versos para homenagear uma rainha. Obrigada. Bjos

  • Mais que emotiva, boa e bellissima homenagem...

     Sem mais...

    Beijos, linda.

    SuperdestaqueCPP.jpg

    • Sob a emoção da perda, que dói! Obrigada. Bjos.

This reply was deleted.
CPP