Cansaço

(Aroma de Verso - Livro)

Cansaço

Bate as asas
fracas
pela luta diária
desgastadas.
Voa em paralelo
aos sonhos
medonhos
que apavoram
tristonhos,
trazem tristezas
profundas
que inundam
sua mente cansada
das provas
fecundas.
Quer chegar ao paraíso
perdido
lutando
lutando
um ser sobrevivido.
Rotas asas
fracas e frágeis
mesmo assim persiste
sabe que o paraíso existe
e de lá tem notícias
pelas mais fortes,
robustas,
que avisam:
estás perto!
O futuro parece distante
para a vida que é curta.
  O procura a cada instante
nessa intensa e constante luta...
que cansa!

Giselda Camilo

(Imagem da web)

Enviar-me um e-mail quando as pessoas deixarem os seus comentários –

Giselda Camilo

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Casa dos Poetas e da Poesia.

Join Casa dos Poetas e da Poesia

Comentários

This reply was deleted.
CPP