DEVASTAÇÃO

“DEVASTAÇÃO”  

 

O céu escurece

o dia se torna noite

o sol some

coberto pelas nuvens negras.

 

A paisagem torna-se sombria

carregada de maus presságios.

 

O canto dos pássaros emudece

as águas tranquilas e calmas

transformam-se em barrentas e turvas.

 

As árvores choram

por se sentirem feridas

em suas folhas e galhadas

que queimam e ressecam.

 

O grito triste e melancólico

dos animais e seres indefesos

ecoa amargo e profundo

arrancando lágrimas

daqueles que amam a natureza.

 

Tristes e desolados choram

ante a perspectiva

da morte eminente

do que há de mais belo

na criação divina.

 

JC BRIDON (BRIDON)

Enviar-me um e-mail quando as pessoas deixarem os seus comentários –

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Casa dos Poetas e da Poesia.

Join Casa dos Poetas e da Poesia

Comentários

  • Terrivel, querido Júlio.

     Bejos3586815?profile=original

  • Gestores

    Oi Júlio, a natureza não aguenta mais as agressões da ação humana. Maravilhoso poema. Parabéns!

  • Perdão, JC, estava escrevendo e vi o nome do Zeca e fiz confusão. Mil perdões.

  • Boa noite, Zeca. Lembrei que há duas semanas estive na região da Chapada dos Veadeiros e por lá houve muita queimada. A situação é de calamidade. Lindo poema, abraços.

  • Gestores

    NOSSA JC...

    .

    ME VI envolvido em tuas Inspirações,

    como que assistindo a um Premiado Filme

    Holliwoodiano rico em Efeitos Speciais!.

    .

    NOSSOS APLAUSOS pela Criação e CRI-Atividade Poética!

    gaDs

    3586940?profile=original

This reply was deleted.
CPP