Poesias

Exílio de Amor

Exílio de Amor
*
Envolvida nos seus caracóis
Que trouxe até mim
Vivo em total exílio de amor
Exílio que à solidão pôs fim
*
E, assim, vivo perdida
Perdição de amor que me completa
Perdida com você e em você
Na estufa de flores da janela
*
E nos seus caracóis me enrosco
Dia e noite por semanas, meses, anos
Na prisão de um exílio de amor
Que me prende, que me provoca ardor
*
Exílio do qual não quero mais sair
Sentir sempre a sensação e ouvir
Ondas dos caracóis nas suas madeixas
Gritar te amo e não ver você partir
*
Nesses caracóis adormecer
Ouvindo belas melodias
Plenas de poesias
Cabeça em seu ombro
Ter você, no amanhecer,
Para me acordar todos os dias.
*
Giselda Camilo
*
(Classificada em quarto lugar no 1º Concurso Sarau Poesia & Arte - RJ)
Enviar-me um e-mail quando as pessoas deixarem os seus comentários –

Giselda Camilo

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Casa dos Poetas e da Poesia.

Join Casa dos Poetas e da Poesia

Comentários

  • Adm

    Carto6.jpg

    • Obrigada, querida Edith! Bjos

  • La imagen puede contener: texto

    • Obrigada, querida Nieves! Beijos.

  • Giselda, felicitações por tão linda composição. Merecido seu prêmio com certeza!

    • Obrigada, caro amigo SAM! Abraços.

  • 1aaaBELOGIO.gif

    • Obrigada, querida Marso! Bjos

This reply was deleted.
CPP