Teto Imaginário

Sob o teto imaginário
As ideias confinam-se;
Definem-se; sobrecarregam-se
Em nuvens invisíveis.
Atmosfera de azuis infinitos,
Onde o grande ilusionista
Não joga dados, mas poker.
Lá de cima, o Tempo estanca;
Em baixo, tudo gira
A velocidade da luz.
Quando se ultrapassa o Tempo
Surgem as nuvens telepáticas,
Brindando-te no futuro.

airton parra sobreiraPoema e imagem de airton sobreira

Enviar-me um e-mail quando as pessoas deixarem os seus comentários –

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Casa dos Poetas e da Poesia.

Join Casa dos Poetas e da Poesia

Comentários

  • 3665480?profile=original

  • Gestores Adm

    3660698?profile=original

  • Não podendo sair, fiquei encarcerado nesse maravilhoso recinto me acalorando com o calor das suas matérias e nem notei o tempo passar.

  • Parabéns, poeta, poema lindo, que o arquiteto do Universo continue a te inspirar... Abraços, paz e Luz!!!

  • Gestores

    3660301?profile=RESIZE_1024x1024

  • Gestores

    Brinde é esse belíssimo poema com o qual nos presenteias. Maravilhoso! Bjs

This reply was deleted.
CPP