Gestores

Vidas ceifadas

Vidas ceifadas

.

A noite desceu como um manto negro

Na escuridão, olhos espreitam sorrateiros

O cerco está completo, a vitória está perto.

.

As flechas caíram como uma chuva de fogo

E por um momento, o próprio céu pareceu queimar

Corpos caídos, vidas ceifadas sob a luz do luar.

.

Na guerra, não há vencedor nem vencidos.

.

Resta só o triste retrato do egoísmo humano.

.

Maria Angélica de Oliveira 18/06/17

Desafio Gabriel: " As flechas caíram como uma chuva de fogo

                                E por um momento, o próprio céu pareceu queimar"

Enviar-me um e-mail quando as pessoas deixarem os seus comentários –
Gestores

Angélica

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Casa dos Poetas e da Poesia.

Join Casa dos Poetas e da Poesia

Comentários

  • Gestores

    3674005?profile=original

  • Direto e profundo ! Um canto triste contra os horrores da guerra que brutaliza os homens. Parabéns ! Tocante ! Bjs do Paolo.

  • 3673025?profile=RESIZE_1024x1024

  • Parabéns, poetisa amiga, poema lindo, primoroso, retratando os horrores da Guerra... Abraços, paz e Luz!!!

  • Gestores

    Safiraaaaaaaaaaaa!!! Mais uma vez ARRASOUUUUUU!!! BRIGADUUUUU!!!

    3673061?profile=RESIZE_320x320

  • Poderoso texto Angélica

    Um retrato actual do egoísmo humano

    Abraço poético

    FC

This reply was deleted.
CPP