Não creio...

3438040743?profile=RESIZE_710xNão creio....

Não creio que o poeta é um fingidor.
Com lirismo escreve lindas poesias;
Seus olhos brilham ao dizer do amor,
as mãos tremem ao relatar a agonia.

Grita, por enorme desesperança
sem direito a esperar qualquer ventura.
Condena — se viver só de lembrança.
Abate — se com a angústia e amargura.

Quando a noite desponta radiante
aquele sonho sonhado o arrebata.
Vê nas estrelas distantes, brilhantes
que a solidão virá como chibata.

Diz versando sua infinita dor.
No silêncio ouve, o som, de uma canção
abre a janela da vida, sente o esplendor
comovido acalenta o coração.

Entristece, não conseguir esquecer.
Encanta — se com o fim do desamor.
Adentra à fantasia pra escrever.
Não creio que o poeta é um fingidor!

O poeta e um SER dotado de inspiração...

Márcia A. Mancebo (15 / 09 / 19)

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Casa dos Poetas e da Poesia.

Join Casa dos Poetas e da Poesia

Enviar-me um email quando as pessoas responderem –

Respostas

  • Essa é a eterna dúvida que o poeta é um fingidor, esse assunto envolve a poesia com interrogações e isso é o que mais me fascina!

    • Obrigada,Sam!!!

      Abraço

  • Gestores Adm

    Show de criação sobre o tema, Marcia.

    Teu poema ficou primoroso.

    Parabéns!

    • Obrigada querida!

      Bjos

  • Creio que os poetas são absolutamente verdadeiros quando transmitem o teor das suas mensagens, embora por vezes se sirvam de figuras de linguagem e artifícios que ultrapassam a nossa realidade mundana. Para conseguirem transmitir essas peculiaridades de uma forma bela e envolvente são capazes de extrapolar situações e de "fingir" (criar ou omitir) sentimentos, em nome de uma construção bela, atraente e inspirada que possa acrescentar algum conteúdo... Parabéns pela sua inspiração poética e um grande abraço! 

    • Obrigada, Antônio Carlos!

      Um abraço carinhoso

       

  • Gestores

    Não crê mesmo, ou...

    Finge que não crê???

    NOSSOS CALOROSOS APLAUSOS Amada Poeta Menina Marcia Mancebo!

    Brinquei no comentário acima, mas... Fingindo!!! gaDs

     

    •  

      Oi Zecs.  Obrigada pela visita e comentário.

      Um forte abraço.

       

  • O poeta é um ser dotado de sonhos e inspirações, por isso, não o aceito como um fingidor como descreveu Fernando Pessoa. Parabéns poetisa.

    • Obrigada, Sandra !!

This reply was deleted.
CPP