Contemporary Art Catalog / Carlos Saraiva

 

https://youtu.be/5dILMBQYzJQ5557754486?profile=RESIZE_584x

 

 

 

 

 

Minhas Atividade

António Carlos M. G. Saraiva atualizou o perfil
Há 7 horas
António Carlos M. G. Saraiva commented on António Carlos M. G. Saraiva's blog post Contemporary Art Catalog / Carlos Saraiva
"Eu sou de tirar a máscara!!! (não suporto máscaras) rsrsrs
Muito obrigado, Angélica!
Abraço.
 "
Jun 5
António Carlos M. G. Saraiva posted a blog post
Jun 3
António Carlos M. G. Saraiva e Marcus Vinicius Bertholini Rios agora são amigos
Jun 2
António Carlos M. G. Saraiva e Casada Poesi agora são amigos
Gestores
Mai 16
António Carlos M. G. Saraiva commented on António Carlos M. G. Saraiva's blog post Amar
"Encantado pelo apreço e pelos votos!
Saudações literárias!"
Mai 16
António Carlos M. G. Saraiva replied to Angélica's discussion RESULTADO TEMA POESIA PARA O PERÍODO DE 07/04 A 07/05/20 in TemaPoesia
"Bom dia,
Compreendo a situação e os motivos que levaram a essa decisão, no entanto, achei por bem referir e refletir sobre o propósito de ser efetuada sempre (neste tipo de certame), uma leitura crítica com atribuição de classificação (mesmo quando…"
Mai 16
António Carlos M. G. Saraiva replied to Angélica's discussion RESULTADO TEMA POESIA PARA O PERÍODO DE 07/04 A 07/05/20 in TemaPoesia
"Destaque para todos, rsrsrs????
Então a palavra "destaque" perde todo o seu sentido...
A leitura crítica é fundamental.
O certame perde boa parte do seu interesse...
É a minha opinião!
Saudações literárias a todos os participantes!"
Mai 15
António Carlos M. G. Saraiva replied to António Carlos M. G. Saraiva's discussion Doar é viver! in TemaPoesia
"Muito obrigado, Angélica! 
Que bom ter gostado. 
Saudações literárias!!! "
Mai 7
António Carlos M. G. Saraiva posted a blog post
  Amar é contemplar e compartilhar o mesmo horizonte, mesmo quando existe apenas uma ínfima possibilidade de luz. Mongiardim Saraiva
Abr 29
António Carlos M. G. Saraiva replied to António Carlos M. G. Saraiva's discussion Doar é viver! in TemaPoesia
"Obrigado, Norma! O seu comentário é um incentivo à poesia... "
Abr 12
António Carlos M. G. Saraiva posted a discussion in TemaPoesia
  Doar é libertar um amor que está aprisionadoÉ sacudir a alegria de poder ajudar realmenteÉ o eco de um dom que encanta e não menteÉ cortar as amarras do nosso receio confinadoSaborear o encanto de ajudar a quem precisaElevar a nossa missão ao alta…
Abr 11
António Carlos M. G. Saraiva replied to António Carlos M. G. Saraiva's discussion Ode ao silêncio in TemaPoesia
"Encantado, Angélica! 
Beijo. "
Abr 9
António Carlos M. G. Saraiva replied to António Carlos M. G. Saraiva's discussion Ode ao silêncio in TemaPoesia
"É uma honra poder, de alguma forma, fazer parte dessa importante homenagem. 
Um grande abraço, meu amigo! "
Abr 6
António Carlos M. G. Saraiva replied to António Carlos M. G. Saraiva's discussion Ode ao silêncio in TemaPoesia
"Muito obrigado! 
Um abraço. "
Mar 17
António Carlos M. G. Saraiva atualizou a foto do perfil
Mar 15
Mais…

Comentarios

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Casa dos Poetas e da Poesia.

Join Casa dos Poetas e da Poesia

Comentários

This reply was deleted.

Sobre Mim

Aniversário:

Setembro 9


1) Qual o teu nome completo?

António Carlos Mongiardim Gomes Saraiva


3) Data de nascimento (não é necessário o ano)

09/09/1957


4) Local de residência (apenas Cidade, Estado e País)

Mantena/Minas Gerais/Brasil


5) Mini Currículo (trabalho, experiências, gostos e ou preferências, família, produção poético-literária...).

  • Português, residente no Brasil desde 1995. Professor, tradutor, artista plástico e escritor. Licenciado em Letras - Português / Inglês. Especialização em Literatura Contemporânea. Seis livros publicados no Brasil. Participação em mostras individuais e coletivas no Brasil e exterior. Premiações e distinções. Membro fundador da Academia Internacional da União Cultural, cadeira 09 MG, patrono: José Saramago.


6) Quem o/a indicou para a Casa dos Poetas e da Poesia (ou como ficou sabendo desta)?Cite o nome da pessoa que a/o indicou ou convidou.

Margarida Madruga


8) Está ciente que as poesias eróticas (caso as tenha), devem ser postadas no Grupo de Literatura erótica?

sim


9) Concorda em participar e interagir conforme possa, com os demais membros nas atividades da Casa?

sim


10) Fique ciente que NÃO DEVE POSTAR mais que 3 (três) Mensagens por dia no Blog Geral?

sim


11) Caso possua, deixe o Link do Facebook, Recanto das Letras ou de qualquer outro site onde possamos saber mais de você.

http://www.recantodasletras.com.br/autor.php?id=105206


12) Publique neste espaço, um pequeno texto, que considere poético. Pode ser inspirado na hora. Não precisa que seja algo que tenha sido publicado. De certo modo: TODOS somos Poetas!

  1. O PASTOR / sou o silêncio de um pastor / guardo o meu rebanho atrás do monte / uso em liberdade as minhas cores / penso nas estrelas sem ter ciência / apenas cuido dos meus amores /observo o céu sem metafísica / basto-me no regalo do vento / sou pássaro pousado em vida / água que escorre do meu lamento / quando avisto as outras terras / marco as ovelhas na memória / e ouço o eco do seu balir / no sol escrevo outra história / conto os passos que hão-de vir / os meus cães são como gente / levam e trazem o meu rebanho / são anjos que me seguem de perto / abrem o caminho que vem a seguir / quero deixar para as estrelas / uma janela sempre aberta / por essa imensidão distante / quero sempre poder vê-las / em volta do meu rebanho / de uma forma delirante / mongiardimsaraiva


Conquistas pela participação


Pontos ganhos: 16212
Recebido:
7 de Fev de 2020

Doar é viver!

  Doar é libertar um amor que está aprisionadoÉ sacudir a alegria de poder ajudar realmenteÉ o eco de um dom que encanta e não menteÉ cortar as amarras do nosso receio confinadoSaborear o encanto de ajudar a quem precisaElevar a nossa missão ao…

Saiba mais…

Ode ao silêncio

  Não suportas o silêncio mudo?Incomoda-te assim tanto?Para mim, é dádiva e espanto;Doce presença do ar que respiro.Sensação leve, em movimento...O silêncio não fala alto, nem ri;Junta-nos aos seres e a ti... Silenciar, é ouvir a voz das coisasE…

Saiba mais…

Despedida

 Enquanto o teu corpo arrefeceAquece o sopro da minha poesiaLevo-te no colo de uma preceBeijo-te a alma que me alumiaSou filho da tua carne ausenteQue me chama para junto de tiVejo-te a sorrir na minha menteLá do alto da nossa montanhaO vento sacode…

Saiba mais…

Renovação

   Permaneço ao sabor dessa corrente Que me percorre, inspira e move. Nessa dança de um mar de doce esperança, Que em mim se agita, Engole e balança.São descobertas tão novas, Que novos horizontes surgirãoNum carrossel de ideias maduras, Por vezes…

Saiba mais…

Ousadia poética

  poemas que ousaram serpalavras ditas de corcomo adagas na carneque mutilaram os corposobrigam as letras a vivera nunca fugir de morreranjos breves e sedutores que vieram para beijar acariciar e convidara ser a luz na saudade numa alegria…

Saiba mais…

Versos impregnados

  receba estas palavras impregnadaspor tudo o que passamos juntosem doces epopeias encantadaspela luz do dia que nos confinousaiba que o meu apreço maioré tê-la aqui comigo para semprecomo borboleta que em mim pousoupor isso suplico por outras…

Saiba mais…

Caçador de mim

   só vejo letras e borboletastudo o resto eu quis esquecerpor isso não quero mais versó lembrar que não quero sersou o canto do rio que passamontanha escura sem gemerquero ser o tempo com graçaescutar no eco o meu viveràs asas atribuo a minha…

Saiba mais…
CPP