Quando o amor prevalece...

Quando o amor prevalece...

As tristezas abatem a alma

Cala o coração para a vida

E vem as lágrimas lavar da alma

As mágoas...

Em soluços hesitam os sentimentos

De mosaicos vão se desfazendo

E separados encontram sossego

Afago de lembranças queridas

Antigas canções ecoam ao vento

E no orquestrar do silêncio

O pincel do tempo desenha

Nos lábios o mais aliviado sorriso

Enxugando com pétalas sedosas

As lágrimas escorridas

E o amor se aconchega no peito

E faz a alegria reinar...o amor

Afugentou a tristeza

O amor costura as feridas do peito

Com laços de ternura...e cicatrizante

De bondade. O amor a ti mesmo

O amor que praticas com o próximo

Ele vence, resiste ao tempo e as guerras

Ele constrói a paz que há no peito

O amor nos reinventa a cada tarefa

Árdua que a vida nos propõe

É o saponáceo que limpa as mágoas

Nos renova, nos fortalece...

 

 

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Casa dos Poetas e da Poesia.

Join Casa dos Poetas e da Poesia

Enviar-me um email quando as pessoas responderem –

Respostas

This reply was deleted.
CPP