Posts de Nina Costa (154)

Classificar por

QUEIRA DEUS

 

QUEIRA DEUS

Queira Deus
Quando findar a última hora
E os olhos meus
Fitarem os teus
Como te titam agora

Eu levarei
No último instante,
No derradeiro errante
Saudades
Enquanto for embora...

Queira Deus
Que este adeus
Não seja para sempre,
Que no porvir da gente
Entre os espaços
A gente se encontre...

E queira Deus
Além dos horizontes
A gente se ame.

Queira Deus
Enquanto esvai a alma nesta hora
Uma promessa
No romper da aurora
Fique na alma doce dos amantes.

Queira Deus... Queira Deus...

By Nina Costa, in 17/09/2020.
Mimoso do Sul, Espírito Santo, Brasil.

Saiba mais…

O QUE VIER À LÍNGUA

DUETO

*O QUE VIER À LÍNGUA*...
*_Escrita, Falada & Lambida!_*

O que vier à língua, Escrita, Falada e Lambida;
Que desça a ins-Piração, enquanto a gente "dá uma descida"
Enquanto, lá em baixo, levanta-se o tesão às alturas;
Enquanto, lá em baixo, um leva o outro à loucura!

O que vem ao léxico de maneira deliciosa e permissiva
Em sua progressão sem nexo, dinâmica e ativa...
À empoderada língua que forja a reação
Dos seres poliglótas nas fendas da paixão.

Eu tenho todo esse tesão por você e pela escrita
Eu acho até "tesão" uma palavra bonita!
Tesão permeia tudo que é desejo, afinal!
Desejo sublimado; desejo selvagem e animal!

E a escrita de desejo repleta e entumescida
No mel de nossa poesia umedecida,
No leito entre luas desprovidas de pudor,
Em meu jardim secreto, seu collibri em minha flor.

A Língua, dentro da boca oculta,
Quer mostrar-se, ora safadinha, ora culta
Quer mostrar-se! num falar de intento e saliente,
Quer mostrar-se: na carne do outro, quer sumir totalmente.

Quer seja esta língua inculta ou erudita
Como a caneta às mãos do poeta na escrita
Revela nossos versos em edredons, lençóis
Poemas de tesão e as rimas do desejo inscritas em nós...

Amor à Língua Falada, à Língua Escrita
Amor que em gemidos de prazer se faz transcrita
Amor, que no silêncio dos amantes em exaustão
É um discurso de corpos e almas satisfeitos, é uma oração...

By Nina Costa e Silvio Fergon in 09/09/2020.

Saiba mais…

TRANSBORDANTE

AS METÁFORAS QUE NINGUÉM FALOU DO CLIPE E DA LETRA DE LOVER, DE ...

 

TRANSBORDANTE

 

Há tanto de ti em mim quando te vais
Que o que me fica de ti não me comporta mais
E rompem-se as barreiras da saudade
E se me invade e me transborda mais...
Um mar de sentimentos,
E meu alento é de saber que só em mim te movimentas.
E tuas ondas se enamoram de minhas ilhas
E caudalosas se quebram à beira de meu cais.
E choram em ais de pura exaustão,
Desabrochadas em flor.
Não é de dor que em mim, elas choram
É uma prece salgada e serenosa,
De afetos, desejos e suor,
Quando entrelaçados à luz da lua
Com as nossas peles nuas,
Erguemos as preces ao criador.
Nas linhas de nosso leito,
Tecemos os versos mais perfeitos
Quando fazemos,
Uníssonos,
A melodia do amor...

By Nina Costa, in 17/08/2020.
Mimoso do Sul Espírito Santo, Brasil.
Saiba mais…

*TUDO BEM!?...*

 

*TUDO BEM!?...*

Inconveniências Que Convém
Nina Costa & Silvio Fergon

Tudo bem se eu sussurar no seu ouvido
De um modo ousado, deliciosamente atrevido?
Tudo bem se eu deslisar as mãos por dentro de suas vestes,
Sentir seu corpo, deixar os dedos fazer uns testes?

Tudo bem, amor, seu fingir que não gostei,
Mas se no fundo adorar?
Se nessa de testa aqui e acolá,
Com olhos brilhantes e face em rubor, pedir pra não parar?

Tudo bem: alguém precisa mostrar pose de pudores,
Os poros, de feromônios, exalando odores,
Atiçando suavemente nossa interna fera,
Os pudores se distraem, e aí, já era!

Tudo bem, que seja eu a caça
de todos seus apelos,
Com os instintos a eriçar os pelos
Causando  arrepios e frenesi,
Corpos e almas unidas em êxtase.

Tudo bem: eu finjo ser o lobo mal,
Eu caço e viro caça no final,
É caça, é dança, é troca de lugar,
É tudo bem ser devorado e devorar!

E nessa dança, nessa troca e vira.
Nesse come e se devora, nesse põe e tira.
Em indecência que é normal  a quem tem fome,
Sou sua pequena, você meu homem.

Nesse fogo e querer, até o Cosmo diz " Amém! "
E depois da explosão do prazer
O silêncio sussura: " Tudo bem!"...
 
By Nina Costa e Silvio Fergon, in  17/08/2020
Saiba mais…

PAI, FAMÍLIA

A imagem pode conter: uma ou mais pessoas e close-up

 

PAI, FAMÍLIA

 

Pai é quem está sempre por perto,


Não é apenas quem plantou a semente.


Família é o território sagrado do amor,


Não é apenas aglomerado de gente.

 

 

Pai é quem educa com amor


Ao filho, enteado, neto, parente.


Família é a dos votos sagrados


E aquela de laços conscientes.

 

 

Filho também pode virar pai,


Pai também pode ser amigo,


Mãe também pode se tornar pai,


Só não pode nada sem amor.

 

 

Sem ser, José foi pai de JESUS


E JESUS, o pai da humanidade


Fazendo-nos todos irmãos:


Adotivos, biológicos, de afinidades...

 

 

Pai é quem caminha conosco pela vida,


Família é quem nos traz no coração,


Seja com laços de sangue, com DNA ou não...

 

Nina Costa, in 08/09/2020.
Mimoso do Sul, Espírito Santo, Brasil.

Saiba mais…

MY LOVE

A imagem pode conter: uma ou mais pessoas e close-up

 

MY  LOVE

 

Gastei meu inglês, curto e grosso

Pra te dizer, My Love,

O que já sabias e sabes.


Na tentativa de quebrar a barreira do som

Dentro deste silêncio que tu'alma adivinha

Da energia da  emoção que ora nos invade.

Que em nós se espalha com olhos malabares.

De  vozes que se abafam

Em calores, calafrios e calares.
 


Então, agarro-te ao pescoço

Para dizer, baixinho, com carinho

Na ponta dos pés, ao pé de teu ouvido,

Mesmo que a voz me falhe (e como falha)...

Eu te amo moço, e te quero sim, comigo,

Pra valer, pra fazer e acontecer,

Baritonando todos os meus agudos gemidos.
 


Longe ou perto, à volta do meu umbigo.

Com  a alma louca em ânsia

No ir e devir do arrebol até o amanhecer,

Com a lua brilhando ao céu

E, nós, estrelas encandescentes sob o véu

De sedas e cetins deste lençol.
 


E nossas línguas em dueto, sícronas

De gêmulos sons e uníssonos ruídos,

Extasiados, de amor exauridos...

Quero-te, My Love,  te quero comigo.
 
By Nina Costa, in 04/08/2020.
Mimoso do Sul, Espírito Santo, Brasil.
Saiba mais…

DILEMA

 

DILEMA

Não poderei falar do meu lamento.
Ou descrever a angústia de minh'alma
Se em meio a tanta dor, tormento,
O estertor na terra se espalma.

Minh'alma triste flui em pensamento,
Não s'entregar e nem perder a calma,
Diante do caos da dor em advento,
A incerteza vilmente se agalma...

Quisera eu cantar com alegria
Reverberando a fé e a esperança.
Doar ao mundo através da poesia,

Sementes novas sem hipocrisia,
Puras, singelas como em homilia,
Do fundo d'alma de uma criança.

By Nina Costa, in 21/06/2020
Mimoso do Sul, Espírito Santo, Brasil

 

Saiba mais…

PRAZER DA LEITURA

PRAZER DA LEITURA

Eu te inspiro?

Então mostra-me em pele nua teus escritos.

Com a tinta com que escreves teus versos insanos,

E as mãos em hábeis movimentos de tua caligrafia

Nas entrelinhas do meu corpo sequioso de teu poema...

 

Derrama-me o mel de tua verve

Com que me adoças e me ferves

Em hipérboles e metáforas e sinestesias.

De versos tâtricos, 

De entesadas poesias.

 

E extasiada, satisfeita com tua escrita

Entrego-me quedada

No gozo pleno do tema de leito lácteo e quente de magmas leituras...

 

By Nina Costa, in 18/06/2020.Mimoso do Sul, Espírito Santo, Brasil.

Saiba mais…

SOBRE O AMOR

 

Nenhuma descrição de foto disponível.

 

SOBRE O AMOR

(Minha singela homenagem a todos os diferentes tipos de casais de namorados que eu conheço)

 

Amor não tem preço,

Amor não tem peso,

Amor não tem cor,

Amor não tem idade,

Amor não tem gênero,

Amor não tem partido,

Amor não tem fronteiras,

Não tem religião, time ou cidadania...

O amor é essência de Deus em nós.

Então se você ama, encontra casa

Na divindade do outro,

No corpo, na alma, no coração.

Por isso, não tenha medo

Ame, sem medo, sem pudores, sem restrição...

Porque é melhor amar juntos

A viver na solidão.

Escrevam seus destinos, a quatro mãos

Sorriam na cumplicidade da alegria

E na sinceridade da entrega

Porque amor não se nega

E quanto mais se cultiva, se rega

Mais se tem...

FELICIDADES!!!

By Nina Costa, in 12/06/2020.

Mimoso do Sul, Espírito Santo, Brasil.

Saiba mais…

(IN)FINITUDE

Nenhuma descrição de foto disponível.

 

(IN)FINITUDE


Há tantas coisas acontecendo

Entre a distância dos teus olhos e os meus...

As nossas mãos não podem mais se tocar

Os nossos lábios se desejam na lonjura do momento

E nossos corpos são lamentos

De infinitudes e saudades.


Como Dom Quixote de um mundo reverso

Sinto a falta de teu toque,

De tua magia

Da lua submersa em teu olhar,

De teus versos,

Da poesia de teus gestos mais comuns,

Das nossas utopias delirantes de amor...


Queria tocar-te

Mas não estás aqui...

Rosa colhida isolada de teu jardim,

Pense em mim enquanto danças no paralelo de minha fantasia,

Tão próxima e tão distante...

Até que um dia, Amada Dulcinéia.

Nos encontremos no linear fino e fátuo da razão

Ou da loucura...

E tocaremos nossos lábios

E nos daremos as mãos

E caminharemos juntos na mesma direção...


By Nina Costa in 09/06/2020.

Mimoso do Sul, Espírito Santo, Brasil.

 
Saiba mais…

SEM VERSOS

SEM VERSOS...

 

Não escreverei mais nenhum poema
Não mancharei sua alva NUDEZ
Com minha afiada pena.

Pois meus versos estão cansados
E minha ALMA triste.
Ainda que em riste as mãos estejam
Cotejando um segredo em suas entrelinhas,
Não me advinha mais a menor vontade
De lhe fazer nem mais um verso.

E submerso nessa falta de insPIRAÇÃO,
Deixo-me em reticências
No espaço infinito de um ACENO
Que obsceno e incontido
Desvirgina o ar em um ADEUS.
Ou talvez (quiçá)
Um até breve...

By Nina Costa, in 18/10/2016.
Mimoso do Sul, Espírito Santo, Brasil.


*************************
Linda interação e homenagem, da querida amiga, poetisa Cristina Maria Ivens! Obrigada!!!

Foi uma dor tão sentida, esta dor que eu senti,

Despedir-me de ti...Nina querida,
De alguns versos, que nunca li.
........
Abandonaste-me sem razão,
Mas eu vou-te ser sincera,
Sem os versos da tua mão,
Já nada volta a ser o que era.
.........
Sinto que o meu coração,
Ainda te vai ver um dia,
Guardo na minha recordação,
Os teu olhos chorando poesia.
..........
Encher-te-ei um canteiro,
Com flores de mal-me-quer,
Perfumarei o mundo inteiro,
Com o teu nome, "Nina Mulher"

By Cristina Maria Ivens, in 18-10-2016, 
Seixal, Portugal. 
Nina Costa e Cristina Ivens Duarte
Saiba mais…

SIMPLES

 

SIMPLES

É olhar ao redor e respirar fundo.
O universo todo está em mim.
Eu sou partícula de sua infinitude.
E ele cabe em meus versos sempre e amiúde.

Trago no peito o magma do mundo
A exalar aos dedos de minhas mãos.

Se em um momento de descuido o vento tocar as cortinas
E me trouxer suave brisa de inspiração.

Em um gesto simples de aceitação
Entrego o corpo, a mente e o coração...

E eis que toca-me a epiderme da alma
E me fecunda de poesia,
Registrando em uma psicografia
A voz do vento extremada de paixão.

Nina Costa, in 26/05/2020.
Mimoso do Sul, Espírito Santo, Brasil

Saiba mais…

NOITE INSONE

5485412466?profile=RESIZE_584xNOITE INSONE

Carrego o peso dos meus sonhos em meus olhos acesos.
Onde se escondeu meu sono
Cansado de mim?
Onde se perdeu Morfeu
Que não tocou minh'alma sedenta
Por um filete de quimera
Ou oníricos delírios?
Assim estou aqui
Na noite sem dormir...

By Nina Costa, in 28/05/2020.
Mimoso do Sul, Espírito Santo, Brasil.

Saiba mais…

MARIA DA PENHA

MARIA DA PENHA

Atravessei a porta
Sem olhar para trás.
Não importa os pedidos seus,
Ou tampouco se me disse: Vai!

Eu vou em passos lentos
Contando os degraus
Desfiando alentos
Conduzindo a nau.

Os mares bravios,
Os sonhos nevoentos
O peito em sobressalto
A música do vento
E o voo em desafio...

À porta entreaberta
O olhar distante
E silhueta ereta
Desenhando a maudade
Em sua acinesia.

Eu vou, sem olhar para trás,
Traçar meu enredo,
Sem dores ou medos
Buscar a minha paz,
Fazer-me poesia,
Longe de você...

By Nina Costa, 24/05/2020.
Mimoso do Sul, Espírito Santo, Brasil.

Saiba mais…

SER MÃE

A imagem pode conter: 3 pessoas

 

SER MÃE

Não é fácil ser mãe,... mas é pra sempre:
Se cria com amor, o fruto de seu ventre
Depositando na frágil e dependente vida
Total dedicação e o sonho de um futuro
Perfeito, abençoado, bonito e seguro.

 

Educa com desvelo e responsabilidade
De quem teve de Deus uma grande missão,
E traz o coração sempre em sobressalto
Pulsando com fervor na palma das mãos.

 

São noites de mal dormidas, passando acordadas,
Confundindo-se com as madrugadas
Protegendo a tranquilidade do sono do filho
São os primeiros passos, as grandes descobertas,
Os risos, historinhas, deveres de casa.

 

A vida oferecendo os riscos e as promessas
O mundo com seu brilho e seus desafios
O filho experimenta seus primeiros voos
E sente-se no peito um ninho vazio.

 

O ciclo da esperança na ciranda da vida
Por mais que seja adulto será sempre criança
E ao colo maternal poderá se acolher e sempre retornar
Porque o amor de mãe é forte e cristalino.
Não é fácil ser mãe, ...mas é divino.

Nina Costa, in 09/05/2020.
By Mimoso do Sul, Espírito Santo, Brasil.

Dedicado a minha mãe, a todas as mães e a mim mesma.

Saiba mais…

ATRAVESSANDO A NOITE

4754433263?profile=RESIZE_584xATRAVESSANDO A NOITE

Ahhh essa noite fria,
Esse silêncio cheio de pequenos ruídos,
Que se confundem em meus ouvidos
À saudade de sua voz.

Áhhh essa música romântica,
Esse fogo na lareira,
Revinvendo uma centelha de lembrança e solidão.

Eu abraço o meu corpo sequioso de carinho,
Eu reviro sentimentos em desordem e burburinho.

Conto as horas que se multiplicam sem eu querer.
Até que o sol desponte
E na linha do horizonte desenhe sua silhueta.
E traga-me você...

By Nina Costa in 04/05/2020.
Mimoso do Sul, Espírito Santo, Brasil.

Saiba mais…

E DAÍ?!!

4754310282?profile=RESIZE_710xE DAÍ?!!

Pois é, e daí?!!
Eu não sou coveiro,
Eu não sou o vírus,
Eu não sou Mandetta.
Eu sou Messias, mas também não sou deus.

E daí?!!
Se vão morrer alguns inocentes,
Adoecer muita gente,
Eu não sou médico,
Eu não sou infectologista,
Eu não sou cientista.
Eu sou apenas um homem forte com histórico de atleta
Que resiste à gripezinha.

E daí?!!
Se vai morrer idoso
Ou os caras pretos pobres de lá da periferia.
Eu não socialista,
Eu não sou chinês,
Eu não sou direitos humanos...
Eu sou apenas o mito vestido de presidente.

E daí?!!
Se vai morrer gente?
A culpa é da pandemia,
É da China comunista,
É da mídia alarmista,
É da Globo, do PT,

Do governador safado;
Dos prefeitos em histeria,
Das notícias todo dia
É do povo, é do vírus, é do Lula, pode crer...
A culpa é toda sua
Que não soube escolher...

By Nina Costa, in 29/04/2020.
Mimoso do Sul, Espírito Santo, Brasil.

Saiba mais…

POESIA

A imagem pode conter: uma ou mais pessoas e pessoas sentadas

 

POESIA

 

Se eu pudesse tomar-te de mim, para crescer-me n'alma o gosto da saudade,

Tomar-te-ia, na forma mais perfeita da língua (in)culta e bela,

Presa em minha métrica de rimas ricas, raras e preciosas.

Far-te-ia, ao substrato de meu preciosismo linguístico elaborado,

Parnasiano lapidar da imaginação.

E em cada gota dourada de minunciosos versos,

Amar-te-ia como a um tesouro burilado por Bilaquianas mãos.

Mas foges-me assim, arisco colibri ao atrativo mel

Noite fugidia, da lua em meu batel.

E eu, na mina do desejo do poema bruto,

Esvaio-me nos livres versos ao revel, inculto,

Nos rústicos momentos de inspiração...

By Nina Costa in 27/03/2020.
Mimoso do Sul, Espírito Santo, Brasil.

 

Nenhuma descrição de foto disponível.

Saiba mais…

FICA EM CASA!

Nenhuma descrição de foto disponível.

 

FICA EM CASA!

 

Cuide dos seus,

Eu cuido dos meus...

E em breve estaremos festejando juntos

E agradecendo à DEUS, com todos os nossos.

DEUS é bem maior que o corona!

A nossa fé é maior que o corona!

Mas agora é hora de se recolher...

Permaneça firme!

Eu lhe amo!

Fica em casa!...

By Nina Costa, in 28/03/2020. 
Mimoso do Sul, Espírito Santo, Brasil.

Saiba mais…

EM TEMPOS DE COVID 19

A imagem pode conter: uma ou mais pessoas

 

EM TEMPOS DE COVID 19

 

Eu, dentro de minha cela
Ouço lá fora o panelaço
O povo tem fome de comida,
Tem fome de justiça,
Tem fome de vida,
Tem fome de abraço.

Eu ouço o grito de ordem:
Fica em casa!
Guarde tuas asas!
Não podes, por hora,... Voar.

Não podes sair
Não podes sorrir, amar,...
Deves somente já ir acostumando-te à solidão.

Não tens família,
Não tens amigos,
Subordinados ou patrão...

Todos, individualmente,
Batem suas panelas
No escuro solitário
De suas primitivas celas.

Em um eco ensurdecedor
Denuncia-se cruelmente nossas impotências
Como reis nus, trajando suas demências
Tecidas em fios de ambição...

Quisemos tudo e não temos nada.
Nem a liberdade de sairmos desta cela
Tendo a chave em nossas mãos...

 

By Nina Costa, 03/04/2020.
Mimoso do Sul, Espírito Santo, Brasil.

Saiba mais…
CPP