NÃO ESTÁS

 
 Pode ser um close-up de uma ou mais pessoas
 
NÃO ESTÁS
 
Já se desfaz em mim a essência das horas
Quando na alma calejada
De tristeza se amofina e chora
Num misto de querência, vazio e compaixão.
Esvaem-se silenciosos todos os ruídos
E o tic-tac assíncrono do coração
Insiste em me lembrar que já não és comigo...
 
Quisera-me a alma segurar o tempo
Daqueles vãos momentos, juntos, em euforia
Sentados com ternura e os olhos luzindo
Buscando entre estrelas, acalentar a lua.
E os risos casados em rimas de poesia
Faziam mais sentido que o pranto de agora...
 
Onde estão todos aqueles bons momentos?
Em que espaço se perdera, em tão longe infinito?
Eu falo com tua imagem e ela não responde
Eu sinto teu perfume se perder no vento
Parece que a saudade é dor que irradia
E dilacera as forças desse ser aflito
Que sofre em saber que não estás comigo....
 
By Nina Costa, in 13/09/2021. Mimoso do Sul, Espírito Santo, Brasil.
Enviar-me um e-mail quando as pessoas deixarem os seus comentários –

Nina Costa

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Casa dos Poetas e da Poesia.

Join Casa dos Poetas e da Poesia

Comentários

  • Gestores

    Nina, a imagem não está abrindo, 

    Que maravilha de poesia.

    Minha alma se emociona de sentir tão líricos os teus versos.

    Veja a imagem e depois formato.

  • Gestores

    9578751672?profile=RESIZE_584x

This reply was deleted.
CPP