Inspirações

A Hora do Amor

A Hora do Amor

 

Dá-me a tua mão, criança,

Vem estrada fora, não temas nada,

Lá, onde a vista não alcança,

Há uma vida para ser gozada.

 

Vida de um mundo melhor,

Do que aquele que temos aqui,

Mundo onde reina o amor,

Onde uma criança sorri, sorri.

 

Sim, lá, tal como devia ser

Aqui, a criança não merece sofrer,

Espalha sorrisos pelo mundo fora.

 

Um dia quando fores velhinho,

Tais palavras dirás a teu netinho:

“Sorri, o Amor não tem hora.”

 

Francis Raposo Ferreira

27/10/2019

Enviar-me um e-mail quando as pessoas deixarem os seus comentários –

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Casa dos Poetas e da Poesia.

Join Casa dos Poetas e da Poesia

Comentários

This reply was deleted.
CPP