Barco perdido

Barco perdido

Barco perdido

Sabendo que a vida é uma partida
Frações pequeninas co' o tempo se vai
E quando se sente tão só sem guarida,
Tamanha ironia, meu ser se retrai!

Eu volto outra vez para o tempo que esvai
Co' o olhar tão tristonho a chorar comovida
Tentando chegar onde o sol longe cai
Sentindo ferver toda chama dormida.

E o vento trazendo de volta os pedaços
Te vejo seguir acenando teus braços
E as curvas da estrada são vistas com ais.

Paisagens tão belas, verei nunca mais
Sou barco no mar... Marinheiro já morto
Me sinto ficar sem destino, nem porto.

Márcia A Mancebo
13/02/2021

Enviar-me um e-mail quando as pessoas deixarem os seus comentários –

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Casa dos Poetas e da Poesia.

Join Casa dos Poetas e da Poesia

Comentários

  • Gestores

    8730329089?profile=RESIZE_710x

    • Ficou lindo demais,Edith!!!!

      Obrigada amiga

      Bjs

  • Uau que maravilha de

    poesia parabéns amiga Marcia bjos...

  • Marcia

    muito bonito o seu versar, apesar do ocorrido da para compreender que apenas no pensamento as lembranças estão registradas

    parabéns

    Davi/Guardião do amor

    • Obrigada Davi!

      Um abraço

       

  • Poema maravilhoso, divino, poetisa amiga, minhas sinceras reverências.

    Sou seu fã.

    Abraços, paz e Luz!!!

    • Obrigada Ilario.

      Um abraço

This reply was deleted.
CPP