Inspirações

DAMA EM ESCARLATE

Vestido vermelho
Olhar abusado
Corpo sinuoso
Opulento decote
Será vinho em sua taça?
Para quem ela joga languidos olhares?
Quem já provou do mel de seus lábios?
Não ouso imaginar
Gestos largos e firmes
Mãos bem cuidadas
Unhas longas em esmalte escarlate
Madeixas de um negrume absoluto
Você tem medo dela...
Eu tenho medo dela...
Os homens tem medo dela...
Qual gata preguiçosa e ronronante ela se estica
Ela observa...
Seu sorriso é uma arma
Seu olhar um convite
Seu ardor uma armadilha
Ela chama e repele
Ela atrai e despreza
É senhora de sua sina
Dama da noite.

 

RODRIGO CABRAL

Enviar-me um e-mail quando as pessoas deixarem os seus comentários –

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Casa dos Poetas e da Poesia.

Join Casa dos Poetas e da Poesia

Comentários

  • Lindíssimo!

  • Adm

    Hum, esta negocia a vida com as armas que possui do mesmo jeito que àqueles senhores eleitos garatem seus inúmeros benefícios.

    Beleza de poema.

This reply was deleted.
CPP