De Saudade

Não há dor que doa mais
Do que a dor de uma saudade
Já que quem parte nos fica
Parte inteira de metade

Uiva cachorro sem dono
No peito é dor que invade
Respira o ar o abandono
Que na carne sangra e arde

E se arvora de fora pra dentro
Remoe e aos poucos devora
O élo vital que é o centro
Que sai de dentro pra fora

Ah, vida
Que em morte nos consola...
 
 
(Petronio)
Enviar-me um e-mail quando as pessoas deixarem os seus comentários –

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Casa dos Poetas e da Poesia.

Join Casa dos Poetas e da Poesia

Comentários

  • Saudade, um mal necessário! Um primor de poesia! Amei! Meus parabéns! Deus te abençoe. 

  • Gestores

    2569944?profile=RESIZE_710x

  • Muito bom, gostei, amigo. Um grande abraço.

  • Gestores

    Lindíssimo poema, Petronio.

  • A saudade em seus versos causa de abandono, sofrimento e dor.

    A saudade é um sentimento que está no passado e quando brota no presente nos traz sentimentos e emoções.

    O que está lá no passado, creio que deva ser vivido ou questionado lá, com suas alegrias e tristezas.

    Para a poesia meus argumentos não são válidos.

    Vale é excelente e linda poesia que escrevestes do teu coração.

    Parabéns e abraço de Antônio Domingos

This reply was deleted.
CPP