Eclipse Lunar

2008-total-eclipse-Espenak.jpg?profile=RESIZE_710x

 

Eclipse Lunar

 

Elipse do brilho do luar ao escurecer

Elipse de minha alma desencantada

Elipse total da Lua ao enrubescer

Elipse de minha áurea embaçada

 

Sei não, se não choro ou chorar

Sei não, se não sorrio ou sorrir

Ausência de curta metragem

Sentença de longa mensagem

 

Quais gravitacionais rotacionais

Elipse de meu fresado coração

Elipse de minha talhada emoção

Quais orbitais rotas racionais

 

Sombra em meus pés arrasta

Penumbra de viés solitária

Fenômeno que se afasta

Passageiro me faz um pária

 

FIM

Antonio Domingos

Data: Em dia de Eclipse Lunar.

Enviar-me um e-mail quando as pessoas deixarem os seus comentários –

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Casa dos Poetas e da Poesia.

Join Casa dos Poetas e da Poesia

Comentários

  • Gestores

    136774874?profile=RESIZE_710x

  • Gestores Adm

    O registro de um momento desses é muito importante e, quando isto é feito poeticamente, fica melhor ainda.

    Aplausos!

  • Abençoada inspiração.  Que continue nos encantando. Maravilhosa obra.

    Parabéns!!!!

  • Maravilha de versos,aplaudo de pé poeta!!

    Beijos

  • Obrigado de coração, amigo Poeta e escritor de valores morais e éticos acima de tudo.

    Abraços João Carreira

     

     

     

  • Belos versos - gostei - parabéns.

This reply was deleted.
CPP