Gesto de amor

Gesto de amor

Gesto de amor

Olhando no espelho vi a face cansada
Meus olhos no fundo de tanto chorar
Pensei nos momentos seguidos na estrada
Com pés calejados tentando galgar.

Lembrei das estrelas na noite enluarada
Um rastro deixando com seu cintilar.
Erguendo a cabeça varei madrugadas
Pensando num jeito da vida mudar.

Co'as mãos ajeitei meu cabelo escorrido
Batom eu passei nos meus lábios, sem cor
Minha alma afaguei com um gesto de amor.

Risquei da memória os instantes perdidos
Notei que aparência mudou de repente
Um brilho no olhar me deixou diferente.

Márcia A Mancebo
14/01/2021

Enviar-me um e-mail quando as pessoas deixarem os seus comentários –

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Casa dos Poetas e da Poesia.

Join Casa dos Poetas e da Poesia

Comentários

  • Gestores

    8436664697?profile=RESIZE_710x

    • Uauuuu!

      Obrigada amiga querida 🌻🌻🌻🌻🌻😘

  • " O tempo passa na gente tão de repente"  

    Como na sua última estrófe é Riscar , eliminar, esqueçer os instantes perdidos e assim rejuvenescer

    Parabéns Poetisa Márcia por bela publicação.Lindos versos, belo Poema

    Abraços

    • Obrigada Antônio 

       Um abraço carinhoso

This reply was deleted.
CPP