Ilusão!

Ilusão!

Ilusão!

Exilada no tempo de reflexão:
De misérias, de luto, de torpezas,
Ouço pulsar triste meu coração.
Nas faces só vejo dor e tristeza.

Com a alma esgarçada, sinto - me presa.
Num mundo onde só existe ostentação…
Morreram as flores na natureza;
Se foi com o tempo a recordação.

Sinto meu destino sem a certeza;
Que outrora embalava meus sonhos vãos!
Onde andarão aquelas belezas
Que eu via ao trilhar pelo meu sertão?

No ar um mormaço sem sutileza
Ocupando um espaço da razão…
Procuro nos gestos, delicadeza.
Não vejo mais nada. Viver é ilusão!

Márcia A Mancebo
15/02/2021

Enviar-me um e-mail quando as pessoas deixarem os seus comentários –

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Casa dos Poetas e da Poesia.

Join Casa dos Poetas e da Poesia

Comentários

  •  Lindos versos nostálgicos de uma diva da poesia! Aplausos mil!

    • Obrigada amiga querida 😘

  • Gestores

    8605184693?profile=RESIZE_710x

    • Momento lindooooo!!!!

      Obrigada amiga querida 😘😘 

  • Gestores

    Mais uma belíssima obra poética!

    Parabéns Márcia! 

  • Que coisa mais linda de se ler...! Meus parabéns. Deus te abençoe. Bom dia. 8591234652?profile=RESIZE_400x

    • Obrigada amigo querido

      Um abraço

  • Poema reflexivo, cartesiano, um primor.

    A vida é uma doce ilusão, um curto-circuito frente a eternidade...

    Minhas sinceras reverências, poetisa amiga.

    Sou seu fã.

    Abraços, paz e Luz!!!

    • Obrigada amigo querido.

      Sou sua fã 

      Um abraço

This reply was deleted.
CPP