Inspirações

INOCÊNCIA

Que importa amor ter ou não malícia

Se as bocas que em outras bocas deliciam-se

A tua e a minha imaginam-se juntas

 

Se as mãos ausentes não se tocam

Acalmam-se porque se entendem íntimas

Se os olhos somem na volúpia dos passos

Encontram-se nos olhares radiantes

 

Importante amor quando amar significa

Suprimir qualquer distância oculta

 

Inocente seria acreditar ser esta busca

Um derradeiro poema destes escritos

 

Continuam feitos entre verdades absolutas

Atrevidos, perfeitos e intimamente nossos

 

PSRosseto

Enviar-me um e-mail quando as pessoas deixarem os seus comentários –

Paulo Sérgio Rosseto

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Casa dos Poetas e da Poesia.

Join Casa dos Poetas e da Poesia

Comentários

This reply was deleted.
CPP