Marsoalex, querida amiga.

Saudade infinda

A vida é como um palco iluminado
De uma hora pra outra escurece tudo
A luz acesa apaga, esconde o tablado
O silêncio deixa o ambiente mudo.

A face que outrora feliz, sorria
Descansa plenamente com olhos fechados
Esvai do ar toda aquela alegria
O sol se esconde, deixando o nublado.

Resta somente uma infinda saudade
a rondar as horas nas longas noites
As madrugadas duram eternidade
e o vazio fere, machuca, é um açoite.

Em algumas lembranças será permanente
Será uma lacuna jamais preenchida
As risadas contentes de antigamente
Espalham no ar aroma de pétalas ressequidas.

Márcia A Mancebo
08/03/2020

Enviar-me um e-mail quando as pessoas deixarem os seus comentários –

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Casa dos Poetas e da Poesia.

Join Casa dos Poetas e da Poesia

Comentários

  • Belíssima homenagem amiga.

    Abraços querida. 

  • Gestores

    Querida Menina Poeta Marcia Mancebo...

    Tão desnorteado estou, que nem sei mais à quem respondi ou deixei - sempre por falha - de faze-lo!

    Se tivesse que apostar - apostaria que já tinha te agradecido pela Homenagem à nossa - sim digo maiúsculamente NOSSA Marso!!

    GRATIDÃO Amada Poeta Amiga de tantos d'aqui... Meu e da Marso de long long time!!!

    gaDs

  • Falar sobre sentimentos como a saudade causada por um “adeus” não é nada fácil, sabemos disso. Pois é Marcia como disse: Chico Xavier a morte é simples mudança de veste, somos o que somos. Depois do sepulcro, não encontramos senão o paraíso ou o inferno criados por nós mesmos. Parabéns pela lindíssima homenagem!

  • A saudades será grande e eterna. Uma pessoa muito acolhedora, talentosa e vibrante, não tem como esquecer. Bela homenagem

    • Obrigada, Lilian!

       

  • Linda poesia, que expressa a dor da alma. Parabéns! 

    • Obrigada, Jennifer!

      Só o tempo para amenizar essa tristeza.

This reply was deleted.
CPP