Inspirações

NATAL

Por Alberto Valença Lima


Sim, é Natal.
E hoje me sinto
Dentro de um cristal
Embriagado pelo absinto
Vejo flores no meu quintal
Bebendo meu vinho tinto
Quero te mandar um postal
Mas não quero ser tão sucinto
Nem tampouco ser tão fatal
E chegando neste recinto
Adentrando a mais um portal
Querendo ser muito distinto
Ofereço meu amor total
Me vendo em um labirinto
Pois sou um simples mortal.

 

Enviar-me um e-mail quando as pessoas deixarem os seus comentários –

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Casa dos Poetas e da Poesia.

Join Casa dos Poetas e da Poesia

Comentários

  • Adm

    Bonito poema, Alberto

    A reflexão fica mais aflorda nsta data.

    Aplausos!

  • Brilhante, caro poeta! Amei sua composição. Aplausos Mil! Destacado!

    • Muito grato pela  visita e palavras amáveis caro poeta Alcebíades. Fico feliz que tenha gostado e honrado pelo destaque.

      Deixo meus abraços poéticos.

This reply was deleted.
CPP