Inspirações

NAUFRÁGIO

3654105873?profile=RESIZE_710x

NAUFRÁGIO

O barco, frágil, navega contra o vento,
enfrentando contratempos, imprevistos,
intempérie atroz, procelas possessas,
raios, rajadas, temores, açoites.

Resistindo a imprevisíveis intentos,
ferozes hidras, monstros esquisitos,
tremores, marejos e abcessos,
o breu, o mais obscuro da noite.

Frestas no convés escorregadio
podres porões habitado por ratos,
tantas vidas falsas por um fio,
desatino cruel, destino ingrato.

[gustavo drummond]

Enviar-me um e-mail quando as pessoas deixarem os seus comentários –

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Casa dos Poetas e da Poesia.

Join Casa dos Poetas e da Poesia

Comentários

  • Obrigado caros amigos.

    Um sábado feliz e  de  paz.

     

  • Belíssima Poesia Gustavo. Um retrato do naufrágio, em versos preciosos, rebuscado vocabulário, criatividade no uso da tal palavra certa na hora certa.Parabéns,antonio

  • Lindo e trágico! Parabéns!

  • Gestores Adm

    Teu poema é perfeito para esta imagem.

    Belíssimo!

    Aplausos!

  • Triste e forte seus versos. Parabéns pela intensidade de suas palavras.

This reply was deleted.
CPP