O MAR E A ROSA

Preciso de ir, não me peçam para ficar,

Eu quero dormir nos cultos da oração,

Em água de rosas e espuma do mar,

Preciso de ir... ao fundo do meu coração. 

**

Preciso do escuro, do luto, da morte, 

Da escuridão de dentro de um ventre, 

De um grito, de uma punhalada forte, 

,Nas pétalas sagradas... rosas da corrente. 

**

Preciso ir oh!! Deus Todo Poderoso! 

Não me negais este meu último desejo... 

De toda uma vida me desposo,

Com as finas pétalas rosas de um beijo. 

 **

Cristina Ivens Duarte - 21/12/2018

Enviar-me um e-mail quando as pessoas deixarem os seus comentários –

Cristina Ivens Duarte

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Casa dos Poetas e da Poesia.

Join Casa dos Poetas e da Poesia

Comentários

  • Cristina Maria uma poesia para se ler

    e reler belissima toca o coração do poeta abraço...

  • Gestores Adm

    Que bela poesia!

    Quantas saudades de ti está aqui em pausa à tua espera.

    Boas festas, minha querida.

    532263731?profile=RESIZE_180x180

    • Grata pela pela sua visita amiga Edith, saudades vossas também. Feliz Ano Novo, beijinhos grandes . 

  • Linda inspiração... Todos iremos agum dia aos braços do Pai que nos espera Ansiosamente... Aplausos!

    • Muito obrigada poeta amigo Alcebiades. Fico feliz por ter gostado. Abraços de além mar. Um Santo Natal. 

  • Gestores

    Estava  com saudade de te ler e de você, menina! Lindíssimo! Meus aplausos!

This reply was deleted.
CPP