Inspirações

O POETA DORME

3674410095?profile=RESIZE_710x

DORME POETA

O poeta dorme estressado
sobre versos brancos, leves;
sonha com lugares estranhos,
fatos inusitados, seres sedentos.

Agora, indiscreto, visita o passado.
Um ataque de animais moleques,
Papagaios silentes, verdes, fanhos.
Quanto mais foge, sente-se dentro.

Sina de um bardo alucinado, louco,
aprisionado por poemas marginais,
Acha ter havido tudo; mas foi pouco,
Ninfas iradas não o deixam em paz.

(gustavo drummond)

Enviar-me um e-mail quando as pessoas deixarem os seus comentários –

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Casa dos Poetas e da Poesia.

Join Casa dos Poetas e da Poesia

Comentários

  • Gestores Adm

    Lindeza de poesia.

    Parabéns!

    Destacado!

  • Obrigado a vocês.

    Sou parente do Carlos  Drummond não;  é outro ramo da família.

    Sou primo de Roberto Drummond, que escreveu vários livros;  entre eles  "Hilda Furacão" que virou uma mini série da Globo.

  • Maravilha de versos, show. Parabéns!!

  • Parabéns poeta, a propósito tu és parente do poeta Carlos Drummond de Andrade?

This reply was deleted.
CPP