O trem que tanto esperei

 

 

Lá vem o trem que tanto esperava

Trazendo a moça mais bela do sertão

Vem apitando e fumegando pelos campos

Das flores até a estação.

 

Lá vem a esperança guardada

No peito a pulsar

De um amor que vem de longe

Com as malas prontas para ficar.

 

Já ouço o bralho dos trilhos

E o tchu, tchu, tchu do trem com seu apito,

Agora o meu coração dispara,

E, ansioso cada vez mais, eu fico.

 

Tanto esperamos para que esse dia

Viesse acontecer

E agora só mais alguns metros nos trilhos

Me separam de você.

 

Jilmar Santos

21/01/2018

Enviar-me um e-mail quando as pessoas deixarem os seus comentários –

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Casa dos Poetas e da Poesia.

Join Casa dos Poetas e da Poesia

Comentários

  • Gestores

    Você andou de trem Jilmar? Pelos campos floridos? Era muito bom. Amei o seu poema.

     

    • Quando não realizo,  idelalizo.  Obrigado! 

  • Gestores

    ***
    Nas Estradas das Vidas sempre um Trem - há -
    onde um Poeta sempre vive sonhando a esperar
    E nesse Trem assim tão ansiosamente esperado
    A bela moça vem ao encontro do Poeta Jilmar!!!
    ***
    NOSSOS ENTUSIASMADOS APLAUSOS por esta Maravilhosa e Lírica Inspiração!!
    gaDs

    3694472?profile=original

    • Obrigado, Zeka! É uma honra receber sua visita!

  • Trens onde tantas ismpirações são feita são construidas com amor, pelo amor, poema belíssimo

    • Obrigado, José Carlos!

  • Que versos mais lindos,Jilmar!

    Amei!

    Aplaudo de pé!

    Bjs

    • Obrigado, Ciducha!

  • Gestores Adm

    Uauu! Poema que casou perfeito com a imagem. Linda inspiração Jilma.

    Destacado. Bela noite pra ti.

    • Obrigado, Edith! Boa semana.

This reply was deleted.
CPP