Inspirações

OLHOS DE FOGO!

Eu vejo chamas ardendo

Olhos de fogo e vingança

Olhos de ódio e rancor

Olhos que queimam

Toda a esperança

Restando apenas cinzas

De sofrimento e dor

Olhos flamejantes

Espalhando a morte

Humilhação de toda a sorte

Olhos de destruição

Que iludem os crédulos

Trazendo consigo

Indolente irresignação

Fome à beira da inanição

Quebrando o espírito

Até a total submissão

(By Antonio Trovão)

Enviar-me um e-mail quando as pessoas deixarem os seus comentários –

Antonio de Jesus Trovão

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Casa dos Poetas e da Poesia.

Join Casa dos Poetas e da Poesia

Comentários

  • Profundo poema ,Antonio!

    A crueldade relatada em versos.

    Parabéns!

    • Obrigado, querida. Sabe que sou um profundo pesquisador desse período de nossa história e em 2015 viajei para a Alemanha para conhecer de perto o significado e a magnitudade da expressão "Holcausto", e descobri que qualificá-la como crueldade é pífio ante a enormidade de suas consequências. Muito grato Marcinha linda!135037133?profile=RESIZE_930x

  • Os horrores da guerra retratada em poesia. Meus aplausos!

    • Seus aplausos alimentam minha alma querida amiga!!!! Muito obrigado!

  • Poema intenso, bastante expressivo, que muito leva a se pensar. Parabéns caro irmão poeta!

    133253616?profile=RESIZE_710x

    • Fico imensamente grato pelo seu comentário, meu amigo, poeta e irmão. Espero sempre contribuir para o engrandecimento deste sítio eletrônico que tanto prezo.

This reply was deleted.
CPP