PÁGINAS AVULSAS

As tardes de sonhadas melodias,
o riso a despontar nos lábios teus…
Num revoo das tuas mechas fugidias,
elevam–se os devaneios meus…

As nossas mãos no silêncio dos dias,
juntas como uma prece para Deus...
As vestes ao sabor das ventanias
e um horizonte que lembra um adeus...

Nossos sonhos na hora derradeira...
Nossos passos deixados à poeira,
dispersas andorinhas em escarcéus…

Nossas lágrimas nos ventos, extremas…
– São paginas avulsas de poemas,
são asas buscando o azul dos céus...

(Paulo Maurício G Silva)

 

VISÃO ANTIGA

Somos nós seguindo a mesma calçada…
Mesmo destino… Mãos dadas, tu e eu,
como numa data bem celebrada,
miniaturas num bolo sob o véu;

somos nós pela rua iluminada,
teu vestido bordado… Meu chapéu...
Fotografia em luzes, matizada…
Visões de sonho… Glamour… Apogeu…

Vestes sopradas… Rosas em pilares…
Cumplicidade qualquer nos olhares…
Cores risonhas… Gestos feito voz…

E a multidão seguindo a noite acesa...
os passos como vaga correnteza…
Um céu de fogos de artifício e nós.

Paulo Maurício G. Silva

Minhas Atividade

Paulo Mauricio G. Silva commented on Paulo Mauricio G. Silva's blog post SUBLIME TENTAÇÃO
""
Abr 9
Paulo Mauricio G. Silva commented on Paulo Mauricio G. Silva's blog post SUBLIME TENTAÇÃO
"Muito obrigado amigo poeta! Tenha uma semana de paz!"
Abr 9
Paulo Mauricio G. Silva commented on Paulo Mauricio G. Silva's blog post SUBLIME TENTAÇÃO
"Obrigado querida amiga! Gosto desse carinho que vocês têm com os membros. Desejo que este espaço prospere sempre! "
Abr 8
Paulo Mauricio G. Silva commented on Paulo Mauricio G. Silva's blog post SUBLIME TENTAÇÃO
""
Abr 8
Paulo Mauricio G. Silva commented on Paulo Mauricio G. Silva's blog post SUBLIME TENTAÇÃO
""
Abr 8
Paulo Mauricio G. Silva posted a blog post
Tu, que desfolhas uma flor singela, a vagar entre a imensa multidão... Fitas a cruz da catedral… Ante ela, a sombra alta cruza-te a feição...Que ouves o claro sino da capela, como a voz interior do coração... E nos teus lábios a primeira estrela col…
Abr 8

Meu Blog

Comentarios

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Casa dos Poetas e da Poesia.

Join Casa dos Poetas e da Poesia

Comentários

This reply was deleted.

Sobre Mim

Aniversário:

Agosto 31


1) Qual o teu nome completo?

Paulo Mauricio G. Silva


3) Data de nascimento (não é necessário o ano)

31 de agosto


4) Local de residência (apenas Cidade, Estado e País)

Teresópolis, RJ, Brasil


5) Mini Currículo (trabalho, experiências, gostos e ou preferências, família, produção poético-literária...).

O autor escreve desde a adolescência ao descobrir que a poesia foi o dom que Deus lhe deu para estar com o mundo e com as pessoas. Ao longo do tempo teve seu trabalho difundido nos diversos meios de comunicação em sua cidade, vindo a obter também diversas premiações e destaques nos certames culturais. Hoje seus trabalhos são difundidos no ambiente virtual, por considerar o mais eficiente meio de divulgação e interatividade. É autor das obras: Mystical Rose (poesias); Pegadas Errantes(poesias); Estações(poesias); O Trovador Da Serra(Trovas) Folhas Esparsas(Sonetos) e mais diversos contos ainda não reunidos em livros.


6) Quem o/a indicou para a Casa dos Poetas e da Poesia (ou como ficou sabendo desta)?Cite o nome da pessoa que a/o indicou ou convidou.

Tomei conhecimento através de uma busca pelo Google


8) Está ciente que as poesias eróticas (caso as tenha), devem ser postadas no Grupo de Literatura erótica?

Sim


9) Concorda em participar e interagir conforme possa, com os demais membros nas atividades da Casa?

Sim


10) Está ciente que NÃO DEVE POSTAR mais que 3 (três) Mensagens por dia no Blog Geral?

Sim


11) Deixe o Link do Facebook, Recanto das Letras ou outro site onde possamos saber mais de você.

http://https://m.facebook.com/story.php?story_fbid=1953732664927229&id=1933209050312924


12) Publique neste espaço, uma Poesia ou texto de tua autoria. (não precisa ser extensa/o)

PÁGINAS AVULSAS As tardes de sonhadas melodias, o riso a despontar nos lábios teus… Num revoo das tuas mechas fugidias, elevam–se os devaneios meus… As nossas mãos no silêncio dos dias, juntas como uma prece para Deus... As vestes ao sabor das ventanias e um horizonte que lembra um adeus... Nossos sonhos na hora derradeira... Nossos passos deixados à poeira, dispersas andorinhas em escarcéus… Nossas lágrimas nos ventos, extremas… – São paginas avulsas de poemas, são asas buscando o azul dos céus... (Paulo Maurício G Silva)


Minhas fotos

Conquistas pela participação


Pontos ganhos: 4410

Minhas Discussões

Autor em tela

CPP