Gestores

Páginas tristes

Páginas tristes

Um dia me olhei numa curva da vida
e a vida pesou sobre a alma cansada.
A dor veio forte na face abatida,
e ali me senti tão vazia e sem nada.

O vento secou minha face dorida,
e em pleno galope à memória passada,
revi cada cena e cada partida,
nas páginas tristes da minha jornada.

Por ruas e becos e cada avenida,
soltei minha rédea num alto galope,
tirando de mim a tristeza voraz.

Agora mais leve retorno e aguerrida,
embalo as lembranças num só envelope,
e sigo o caminho sem ir-me lá atrás.

Edith Lobato – 07/12/20

Enviar-me um e-mail quando as pessoas deixarem os seus comentários –
Gestores

Edith Lobato

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Casa dos Poetas e da Poesia.

Join Casa dos Poetas e da Poesia

Comentários

  • Belíssimo parabéns poetisa ameiiii8714621052?profile=RESIZE_710x

  • Ahh...se pudessemos deletar certas páginas da vida... para nem lembranças ficar... o jeito é olhar adiante e viver cada dia que Deus nos dá! Brilhante poetar amada Edith... bjs mil...

  • Que lindo soneto, Edith!

    Parabéns, amiga. 

    Bjs

     

     

  • Gestores

    Eu além de envelopar, gostaria de queimar.

    Bonito soneto, Edith.

  • Soneto muito comovente e que pontua as dores do ser com extrema intensidade e beleza lírica. Parabéns 

  • Tristezas tem um fim sim.... Felicidade não....Belo texto poético amiga Poetisa Edith

    Parabéns por bela publicação.

    Antonio

  • Maravilhoso aplausos 💯 sacional top demais

  • Gestores

    8280408252?profile=RESIZE_584x

  • Edith

    paginas tristes voce deixou para tráz

    e mais leve retorna e segue seu caminho rumo sempre a frente

    muito bonito

    parabéns

    Davi/Gaurdião do amor

This reply was deleted.
CPP