Quando A Palavra Chorou

Um dia perguntei ás minhas palavrinhas,

Que tinham escancarado na face, uma escorrência tão doce,

Se aquela seiva toda eram fragâncias minhas,

Ao ler senti, como se um poema de amor fosse.

**

Transbordavam tanto sentimento bom, que até chorei,

 Sob o amontoado de palavras que escorriam,

Que um dia escrevi, nem sequer eu sei,

Só sei o que as lágrimas me diziam.

**

Logo hoje, fui escrever num dia tão singular,

Que nem sequer o barulho da vida me travou,

E eu, ponho a própria palavra a chorar.

**

 O choro é de uma criança pequenina,

Com uma dor tal e qual a minha,

 Por causa da palavra que um dia chorou.

**

Cristina Ivens Duarte-8-06-2018

Enviar-me um e-mail quando as pessoas deixarem os seus comentários –

Cristina Ivens Duarte

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Casa dos Poetas e da Poesia.

Join Casa dos Poetas e da Poesia

Comentários

  • Que lindo!!!

    Aplausos querida

    Beijosssss

  • Muito lindo seu poema, Cris! Inspiração que me deixou encantada! Bjs.

  • Gestores Adm

    34701839?profile=RESIZE_710x

  • Gestores

    Uau!!! Que delicia de leitura!! Parabéns Cristina!!

  • Acabei de decodificar o seu poema. Que lindo andamento de versos, minha amiga!

  • Gestores

    Que lindo, Cris! Adoreiiiiiiiiiiiiii!

This reply was deleted.
CPP