Gestores

Sereno

3697333312?profile=RESIZE_710x

Sereno

.

Pingos.... pingos... doces pingos...

Que escorrem suaves pela minha face

E se misturam com as lágrimas que escapam.

.

Água de chuva que lava a alma, límpida.

.

Manancial incólume de renovos pueris.

.

Desce macia, meiga, a acariciar-me o ego.

Numa mistura de amor e dor, numa cura serene

Que adormece o coração num aconchego quente.

.

Maria Angélica de Oliveira – 02/11/19

Poesia inspirada em imagem.

Fonte: Google Imagens

 

Enviar-me um e-mail quando as pessoas deixarem os seus comentários –
Gestores

Angélica

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Casa dos Poetas e da Poesia.

Join Casa dos Poetas e da Poesia

Comentários

  • Alma serenamente/poética; que maravilha! Amei! Meus parabéns. Deus te abençoe. 

    • Gestores

      Amém!!! Obrigada Geraldo pelo carinho! 

  • Que lindo poema. Belas metáforas nos ofertam prazer e encanto. Tudo lindo e destaco " manancial incólume de renovos pueris " verso fantástico no contexto.

    Parabéns amiga Poetisa Angélica.por está obra....

    Abraços de Antonio Domingos

    • Gestores

      Obrigada Antônio pelo carinho! 

  • AMEI 

    Parabéns aplausos poetisa abraços 

  • Gestores

    3660617?profile=RESIZE_710x

  • Maravilhoso belíssimo poema ameiiíii 

This reply was deleted.
CPP