E. Rofatto

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Casa dos Poetas e da Poesia.

Join Casa dos Poetas e da Poesia

Comentários

  • Poeta Edvaldo, teu texto, engalanado de metáforas,

    traz verdades que nos incomodam pelas veleidades

    daqueles que veem a vida com orgulho, presunção,

    sempre procurando ser mais que os outros... Mas

    toda subida implica numa descida... Amei! Bjs.

    • Grato, Mena!

      Concordo: mais que uma crença, é uma lei: a subida anterior à descida, seja em termos físicos ou metafísicos! Bj!

  • O pedestal da presunção é alto o suficiente para a sua queda ser inevitável. Belíssimo escrito vate Edvaldo – li e reli e lerei de novo!

    • Grato, Sam! Visita sempre prestigiosa e prestigiada!

  • Gestores

    Infelizmente, pedestais de vaidade são erguidos todos os dias pelos arquitetos da ambição. Quando o Ter substitui o Ser, o alto da insignificância é lugarr de desejo de quem pensa que conta bancária dá dignidade e respeito.
    Parabéns, pelo texto! Excelente!

    • Grato, Marso! Há muitos equívocos na escalada, como você também assinalou. Penso quer a vida se encarrega de ir desfazendo-os... 

This reply was deleted.
CPP