Inspirações

Sem correção (extraído num sopro)

Vai pela metade os sonhos

Ao toque do piano, nas teclas do tempo

Se me permito espiar o caminho

Vejo ao longe um romper de oportunidades

As flores plantadas exalam ternura

Se me permito ouvir a música 

É  um convite a dançar, deslizando alegria,

Nos pés  descalços  das pré ocupações 

Assim sigo leve neve que se deita na terra

E se derrete de coração  aquecido

Se me permito carrego meu sonho

Na pétala  do sol que se estende

Abrilhantando a vida

Ainda é  cedo e o sonho veleja em mim.

 

Por Jennifer Melânia 

 

Enviar-me um e-mail quando as pessoas deixarem os seus comentários –

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Casa dos Poetas e da Poesia.

Join Casa dos Poetas e da Poesia

Comentários

  • Obrigado por compartilhar e tenha toda a minha admiração e amizade.

    • Que bom que você  veio. Abraço. 

  • Wow!! Adorei percorrer este  caminho tão adorável de palavras e versos. Parabéns!! Fica com Deus

    • Obrigada!! Abraços  

  • Estimada Poetisa Jennifer Melânia

    Bem, ainda bem que não perdi esta leitura. São muitas as publicações, e haja tempo, para se ler o máximo possível.

    Bem,: Oh! que Maravilhoso poema, um doce poético, de uma leveza inspiradora, onde a Poetisa mostra de forma brilhante  " Como  ela está percebendo o TEMPO na alma" .Discorre acerca do tempo decorrido, monento atual e afirma que há sonhos de sonhar o futuro.Um excelente nível de auto crítica.

    Me permito como leitor destacar os dois LINDOS versos abaixo que em muito representam todo o seu texto.

    "Se me permito carrego meu sonho

    Na pétala  do sol que se estende"

    Parabéns amiga Poetisa por mais esta obra de sua autoria

    De Antonio Domingos

    Abraços

     

     

    • Gratidão, poeta Antônio, sua apreciação  é  motivadora.  Meu carinho.

  • Gestores Adm

    3656017?profile=RESIZE_710x

    • Obrigada, Edith querida! 

  • Muito bom!

    Versos bem formatados com um profundo

    sentimentos de lembranças.

    Aplausos!

    Minha nobre poetisa. 

    • Bom dia! Os sentimentos de pertencer de vez em quando me inspiram. Obrigada por sua apreciação.  Abraço 

This reply was deleted.
CPP