Gestores

T

***
A Menina TminhanT do Kaminho
 
Pelo Kaminho dos eNamorados segue a Menina
TminhanT, pela beirada parecendo com receio,
De mostrar o seu bum-bum dela tão Pequenina
do mesmo modo que o seu despercebido seio
 
No Kaminho, não vai só, vai acompanhada
pelos sussurros dos Ventos e bem a gosto
No entanto, ela não entende mesmo nada,
Por que ninguém quase não olha o seu rosto
 
Seu olhar mira O Horizonte que a fita babando
No entanto, um Poeta - feito Vento - atrevido
Para ela - incluindo o seu rosto - fica olhando
 
O Poeta DZJa falar algo doce em seu ouvido
Mas a Menina TminhanT coo olhar a mando
Só repara nele e na visível e excitada libido!!!
*** * ***
260618 - 23:07PMBR - gaDs
*** * ***
Enviar-me um e-mail quando as pessoas deixarem os seus comentários –
Gestores

"Vamos disseminar as Sementinhas de Amor pelas Estradas de nossas vidas!"

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Casa dos Poetas e da Poesia.

Join Casa dos Poetas e da Poesia

Comentários

  • Gestores

    Atualmente, é o que se ver, corpos perfeitos sobre olhares estasiados, bela abordagem, Zeca.

    Na fábrica das ilusões se consegue tudo, desde que, se tenha dinheiro para pagar os sonhos.

    Aplausos pelo poema.

     

This reply was deleted.
CPP