Inspirações

Trajetória

Resultado de imagem para alma a beira do caminho

Acordei bem cedo,
Na boca um gosto amargo,
Muitos pensamentos rondando,
Nesta vida cheia de adjetivos,
Bordões da alma em farrapos,
Delirando-se na comédia da existência,
A rodopiar, assoviando para a morte.

Sirlânio Jorge Dias Gomes

Enviar-me um e-mail quando as pessoas deixarem os seus comentários –

Sirlanio Jorge Dias Gomes

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Casa dos Poetas e da Poesia.

Join Casa dos Poetas e da Poesia

Comentários

  • Gestores Adm

    Belo poema, Sirlanio.

    Aplausos!

  • Estimado amigo das letras Sirlanio Gomes,

    Uma Belíssima Prosa filosófica e reflexiva.Aborda o nascer, o viver e o morrer, de forma contemplativa, o que torna esta obra bem ao jeito do autor Os seus versos estão construídos em  pares de dois a dois:

    "Acordei bem cedo,
    Na boca um gosto amargo" dois versos, uma frase.,

    "Muitos pensamentos rondando,
    Nesta vida cheia de adjetivos" dois versos, uma frase

    "Bordões da alma em farrapos,
    Delirando-se na comédia da existência," dois versos, uma frase.

    "A rodopiar, assoviando para a morte."  UM verso, a Conclusão.

    Abraços, Antonio Domingos

  • Lindo e profundo,Sirlanio!

    Aplausos.

    Abraço

This reply was deleted.
CPP