Uma prece!

4396695477?profile=RESIZE_710xUma prece!

 

Irmãos caríssimos, ouçam-me, suplico:

Não farei pregação, nem crítica, admoestação,

Nada tenho a reprimir – hoje só devo somar.

Mas o tempo urge, que – não o notaram ainda? –

Se esvai, célere como nunca, fatal, inevitável

Como a água que escorre pela mão.

Sabem do mal, já suportam privações

E se isolam uns, outros não, muitos mais se vão...

Alguns se alarmam e há os que se recolhem,

Trocam mensagens, e dormem,

Crentes que a vida seguirá adiante, dizem -

- É o que na história sempre se repetiu!

Ah, irmãozinhos, o passado se foi

E o mal, a maldade, a tragédia de hoje

Vai, é certo, se tornar uma nova história

Que no futuro se contará nas escolas,

Tal qual as pragas da idade média,

Hoje, distantes, narramos.

Estou aflito. Pela família, pelos filhos,

Os amigos, as crianças, os velhinhos,

Os que são felizes, e os que não o são,

Os ricos e os pobres, os desempregados,

Os que se realizaram. E os que amiúde sonharam.

Devo, pois, parar, repousar, meditar,

Contemplar nossa gente mais de perto,

Honrar o que me cumpre viver,

E orar – por mim, pelos meus, por vocês.

E nunca andaremos sozinhos!

 

pedroavellar – abril/2020

p

cpp cpp

p

Enviar-me um e-mail quando as pessoas deixarem os seus comentários –

Pedro Avellar

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Casa dos Poetas e da Poesia.

Join Casa dos Poetas e da Poesia

Comentários

  • Gestores

    4425784328?profile=RESIZE_584x

  • Parabéns!

    Amei tua Poesia. Melhor dizendo: Amei todas as Poesias que colocou aqui.

    Quem diria que se tornaria um poeta tão inspirado!

    U'a Zinha que ama o que é belo!!

  • Excelente! Parabéns e meu abraço

  • Gestores

    4386342675?profile=RESIZE_710x

This reply was deleted.
CPP