Único clamor...

  • 6322727095?profile=RESIZE_584xÚnico clamor...

Esse silêncio da noite escura e fria
Abraço o que tenho de mais precioso
Com esperança, olho para o céu
Em pleno estado de agonia
pensamentos sem sentido, ao leu
Amargurada, sem ter mais alegria
Num apelo ao Pai que dê fim ao medo.
Pois, o mundo vive profundo degredo.

Pessoas seguem os meus passos
Cobrindo a face com máscaras pra se proteger
Esse mal vem forte e num abraço
sem dó muda o rumo do viver.

As manhãs não são mais as mesmas...são tristes
Nem mesmo o Sol tem o lindo brilhar
Não se vê sorriso nos lábios... Inexiste.
Perderam a beleza, deixaram de encantar.

Abraço meu tesouro, minha criança.
Aperto junto ao meu corpo com amor
Pretendendo dar a ela a esperança
Ensinando que nos momentos difíceis da vida
A fé, a afetuosidade é o único clamor.

Márcia A. Mancebo
21/05/2020

Enviar-me um e-mail quando as pessoas deixarem os seus comentários –

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Casa dos Poetas e da Poesia.

Join Casa dos Poetas e da Poesia

Comentários

  • Obrigado Márcia por belíssimo Poema que sutilmente retrata os momentos difíceis que enfrentamos e o será do amanhã pós...

    Parabéns

    de Antonio

    • Eu que tenho agradecer as suas visitas e comentário incentivadores 

      Muitíssimo obrigada.

      Abraço

       

  • Gestores

    Relendo e apreciando! Parabéns Márcia! 

    • Obrigada querida amiga 

      Bjs

  • Excelente poeta. Teu poema se encaixa com a imagem de fundo.

    Muito bom, mas muito bom mesmo

    Parabens

    1 ab

    • Obrigada, Nelson!

       

      Vou insistir com vc. Visite o grupo Estilos poéticos.

      Entre no Rondel.

This reply was deleted.
CPP