BRASIL - do sol, do mar e da canção

    

                   

 “BRASIL – do sol, do mar e da canção”  

 

Brasil!

Não te conheço mais

Com tuas desventuras

E com teus filhos

Que transferiram as belas

Coisas de nossa terra

Para um incerto amanhã

Que nos está levando

Por um desconhecido caminho.

 

Brasil!

Com teus filhos queridos

E amados

Que doaram suas vidas

Por um porvir melhor

E para que pudéssemos desfrutar

As benesses que iriam advir

De seus exemplos.

 

Brasil!

Terra altaneira

Que vê perplexa

Suas matas sendo dizimadas

E seus rios poluídos

Despovoados de belos exemplares.

 

Brasil do ontem,

Do agora e do jamais

Que não mais desperta

O brilho nos olhos

De seus filhos amados

Tampouco

Faz pulsar os corações

De quem um dia amou

Esta bela terra.

 

Brasil do ontem

Do lá atrás

Que deixou saudades

E que nunca mais

irá voltar.

 

Brasil do agora

Onde a mesquinhez

De muitos

Deita por terra

Os belos princípios

De outros tantos

Que desejariam

Com orgulho

Ver tremular a bandeira

Verde e amarela

Que os conquistou para sempre.

 

Brasil do jamais

De uma terra sem memória

Que esqueceu sua identidade

E que desconhece seus ídolos

Patriotas amados.

 

Brasil do sonho

Onde acreditar sempre

É o único caminho

Que trará de volta

A fé na pátria

Que tentamos não esquecer

Como sendo a nossa “grande-mãe”

Que nos ampara e nos protege

De tantos quantos

Tentam nos tornar esquecidos.

 

Brasil do sol,

Do mar e da canção

Que nos faz abrir os corações

E gritar ao mundo

Que merecemos o respeito

De todos os que nos ouvem.

 

JÚLIO CESAR  -  JC BRIDON    

Livro “O POETA E A VIDA”

Enviar-me um e-mail quando as pessoas deixarem os seus comentários –

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Casa dos Poetas e da Poesia.

Join Casa dos Poetas e da Poesia

Comentários

  • Belissimo canto e reflexão para e a sua terra, querido Júlio!

    Que pode server para todos os sites, ainda esta o mundo de hoje... Jesús...

     Bravo!

     Beijos

    Destaque8BELISSIMOPOEMA.CPP.png

  • Gestores

    Mais que um grito poético uma crítica a um estado de coisas que vemos piorar dia a dia. Meus aplausos, Julio Cesar! bjs

    36c7d0e515af2daf8d82baf7f265106a.jpg

  • Uma crítica contundente, e o futuro está as margens de tanto descaso com o país. Muito bem, seu poema é dez. Abraço, Júlio.

  • Gestores Adm

    Brasil dos espertões do alto escalão do governo. Belo poema crítico. Júlio. Parabéns!

This reply was deleted.
CPP