Poesias

O GRANDE SALTO


        “O GRANDE SALTO” -  21/05  -  Criança abandonada

 

 

Pulava e gritava

Pensava em nada e em ninguém

Sentia-se fraco e perdido

Era quase um nada

De tanto sentir-se só.

 

Esquecido vivia

Entre barrancos sem fim

E ruas que a nada levavam

Pois nada conhecia

E desconhecido se tornara

Por viver uma vida de trevas.

 

Sua pequena voz

Que ninguém ouvia

E sua quase nulidade

Faziam dele um ser tão pequeno

Que poucos sequer o olhavam.

 

Vivia amparado

Pela vontade férrea de vencer

E conquistar um pequeno espaço

Onde o escutassem

E vissem seu rosto sair das trevas

Que há muito encobriam sua quase nulidade

Como ser humano.

 

Era o quase ninguém

E o quase nada da vida

Que poucos o consideravam

Por isso vivia de angústia em angústia

Tentando conquistar o lugar

Que merecia.

 

De repente o salto

O grande salto da vida

Ultrapassou os precipícios

Adquirindo confiança em sai mesmo

Para vencer sua timidez

E avançar na direção daquilo

Que o esperava há muito tempo

Para finalmente entregar-lhe

A chave que lhe abriria as portas

Para a conquista de seus ideais maiores.

 

De vencedor em vencedor

Saltou com uma garra incrível

Alcançando a liberdade final

Que o colocava finalmente

No lugar que tanto desejava.

 

 

JC BRIDON

 

 

 Tantas crianças abandonadas, jogadas num canto qualquer, sem ninguém a ofertar-lhes um pedaço de pão, um copo de leite ou apenas e tão somente, um gole d'água.

Quanta tristeza, meu Deus, quanta falta de amor, esse sentimento que mata a fome e não dizima nossas criancinhas.

Enviar-me um e-mail quando as pessoas deixarem os seus comentários –

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Casa dos Poetas e da Poesia.

Join Casa dos Poetas e da Poesia

Comentários

  • parabensversos.gif

  • Gestores Adm

    Triste realidade, JC, mas uma realidade que está diante de nossos olhos, enquanto estes pequeninos sofrem os nossos governantes roubam na cara de pau e na luz do dia.

    Parabéns pela obra.

  • Gestores

    JC BRIDON, infelizmente uma realidade mundial!! O abandono é tangente, em todas as idades e mais forte com crianças e idosos!!!

    A humanidade se esquece de seus valores... de suas raízes... do quanto é necessário dar e viver o amor!!

    Belíssimo texto!!! Um espetáculo em versos para se refletir e por as mãos na massa para que se leve ao menos

    um pouco de consolo e alento. Parabéns!!!

    Moldurasparaconvitesdecasamentogratis300x237.jpg

  • Gestores

    Um grito poético que chaga aos nossos ouvidos, através dos olhos, e nos convidam a uma profunda reflexão. Meus aplausos, JC! Bjs

  • Isso é culpa de uma sociedade que vira as costas para uma realidade tamanha. Em um país onde a corrupção é tamanha o Estado fica Sem ação de nada,. Poema que esta GIF021.gif

  • destacaportevalioso.gracias.png

  • Parabéns, poeta, poema lindo, reflexivo, adorei... Abraços, paz e Luz!!!

This reply was deleted.
CPP