Gestores

Zignobel in: "O Vale das DPressões" --- Parte III

Zignobel in: "O Vale das DPressões" --- Parte III

*** *** *** ***

De repente, qual no comumente, o Planeta Zul se vê envolvido pelos tons de cinza. Naum tao somente 50... - Centenas deles.


Nesse clima semi-dark, Nuvens gris vão encobrindo o azul dos céus, descortinando um pro-Fundo Vale. O Vale das DPressões.


Na paisagem que cerca os horizontes redemoinhos vão passando levando Rios, Campos, Cidades no vai e vem agitado das multidões humanas.


Mas alem dos mils tons de cinza, notabiliza-se no olhar atento de Zignobel - o Viajante do Tempo - que ora ali transita, a siZudez marcante nas faces enrugadas dos 'aparentes' humanos.


- Seriam humanos mesmo? Cogita mentalmente Zignobel. Ou seria esse o Presente de um Futuro previsível no Passado, onde movidos por um materialismo DPressor os seres ora 'inhumanos' perderam a graça do sorrir e do brilho no olhar?


Como que em resposta ao seu pensar, o Mundo para de girar. De um estranho veiculo 7 Seres - todos de cinza - se encaminham como uns autômatos robôs em direção a Zignobel.


Um deles - Cinza mais escuro - mira Zignobel e diz: - Olá Zignobel...
Que bom que veio... - Ha seculos o esperávamos!


Mesmo contrastando com o contexto, Zignobel sorri em retribuição aos cumprimentos e a seguir complementa: - Sim - Leio em suas mentes o que os preocupa, que eh o "como" recolorir Vosso Mundo que eh o mesmo Nosso - naum apenas nos aspectos aparentes exteriores- muito mais que isso, colorir as essências de seus "interiores".


Como já imaginávamos Zignobel - torna a dizer o Cinzento. Sois dotado desse dom vivencial extra-sensorial. Assim contamos com sua ajuda para retomar a Dualidade que permita a este "Vale das DPressoes" ser limítrofe dos "AltiBaixos" das Estradas de nossas vidas, qual sempre fora no passado, até quando o tornamos em contínuos abismos DPressivos.


Diga-nos Zignobel: - O que devemos fazer para re-Construir nosso Mundo?
.
.
.
Novamente, antes que Zignobel se pronunciasse, Ventos Cinzas - quais intransparentes e espessas Neblinas encobre a Todos...
.
.
.
O Mundo gira... Naum se sabe quanto tempo e ao parar, vemos os 7 Seres Cinzentos juntos - Mas... - Zignobel sumiu!
.
.

Comecam entao a surgir lenta e gradualmente milhares de Animais de todas as especies que simplesmente - sim - Simplesmente sorriam!!!
.
.
.
A frente dos mesmos, uma Azul "Paliota" - uma especie hibrida de Paloma e Gaivota pousa defronte os Cinzentos - trazendo no bico um singelo Bilhete em que uma Mensagem foi lida pelos Cinzentos do Vale da DPressao que dizia:
.
.
.
- "Conversem com os Ventos... Sigam os exemplos dos Animais"
.
.
.
Nos Céus, Pardais em revoada, deixam escrito:

"Zignobel também esteve aqui"!
... ...

ZKFeliz - gaDs

....
***(d)Escrito enquanto na Sala de Espera da Clinica de Saúde de Florianópolis
...

A V

Enviar-me um e-mail quando as pessoas deixarem os seus comentários –
Gestores

"Vamos disseminar as Sementinhas de Amor pelas Estradas de nossas vidas!"

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Casa dos Poetas e da Poesia.

Join Casa dos Poetas e da Poesia

Comentários

  • Gestores

    Como sempre, um texto( crônica) cheio de beleza e reflexões. Meus aplausos, menino poeta! bjs

  • Parabéns, poeta e amigo, poema lindo, primoroso, você é extremamente criativo, que os nossos irmãos "dos altos" sempre lhe conceda inspiração e plenitude da alma, mesmo nos momentos maís difíceis nesta terra de expiação e provas... Abraços, paz e Luz!!!

  • Gestores Adm

    Zignobel, um dos teus personagens que mais gosto, porque ele parece misterioso, intelectual, é conselheiro, está sempre, atento às mínimas reflexões e detalhes.

    Quanto à crônica, eu gostei pontua reflexões essenciais ao ser humano.

    Meus aplausos e Destacado!

  • Aplausos!!! Bela composição, amigo Zeca. Bom domingo com bastante alegria. Abraços
This reply was deleted.
CPP