O ANJO E A FEITICEIRA...

Quando o anjo se apaixonou pela feiticeira...

Próximo às montanhas, as águas límpidas e serenas de um lago refletiam a luz azul das estrelas. A pureza daquelas águas tinha uma magia... Como um espelho misterioso revelava a imagem interior de todos os seres que ali se mostravam.

Certa noite uma linda jovem, filha da floresta, descobriu-se mulher... Radiante, bela e vaidosa, resolveu ir até aquele lago e descobrir qual era a verdadeira imagem do seu ser interior. Os seus olhos negros e amendoados brilhavam intensamente revelando toda a luz de sua alma. Os seus lindos cabelos pendiam de seus ombros e pousavam docemente no espelho daquelas águas.

Então a sua face suave e bela fora revelada em todo o seu esplendor... Agora todos os seres conheciam a feiticeira da floresta. Como uma deusa, despiu-se e banhou-se naquelas águas azuis. O seu doce cheiro de fêmea, de mulher feita, misturou-se ao vapor e subiu aos céus.

De uma estrela ao longe, muito distante mesmo, um anjo viu sua imagem que a água refletia e sentiu seu cheiro e, mesmo sendo impossível, mesmo não sendo permito... apaixonou-se dela.

Na noite seguinte, inebriado de sua beleza, enviou um feixe de luz dourada tão intenso que a tudo mudou. A luz refletia n'água e na jovem feiticeira, transformando tudo em matizes de azul com dourado. E assim, todas as noites o anjo longínquo mandava sua luz dourada a bela feiticeira e então, por um mistério que só aos céus cabe conhecer, eles se amavam pelo espelho límpido daquelas serenas águas azuis.

Os demais astros invejaram os sentires doces e ternos dos amantes e cobriram o céu com nuvens escuras. Os relâmpagos e os trovões... ah, os trovões tão assustadores e ferozes, não afugentaram a moça que todas as noites esperava pela luz dourada dos céus. O vento forte e impiedoso batia no espelho das águas, que trêmula agora já não mais conseguia refletir toda a sua beleza e formosura... Mas a força do amor é maior que tudo, e assim quando vieram as lágrimas de saudades da jovem feiticeira, elas inundaram aquele espelho das águas quebrado, romperam a barreira das nuvens e chamaram de volta as estrelas.

Em resposta o seu anjo amante enviava a sua luz que iluminava as nuvens, acalmando-as. Alguns finos raios perfuravam a tempestade e encontravam aconchego sobre o peito da amada.

E então, para vencer a implicância dos astros e o turvar das nuvens, o anjo apaixonado enviou toda a sua luz e toda a sua essência, à sua alma gêmea. A luz dourada e extremamente poderosa perfurou os céus abrindo um caminho continuo por entre as nuvens.

A energia deste amor caiu sobre o corpo da jovem e a possuiu. Seu corpo se abria contorcendo e vibrando em intensa paixão. Quando o último raio de luz a penetrou seu gozo expirou. A jovem feiticeira estava feliz e seu sorriso tinha um brilho diferente.

A estrela se apagou, o anjo não mais existiu, ele queimou o seu Ser com toda a força da paixão e todo o seu esforço o transformara naquela luz poderosa.
Na noite seguinte a moça foi ao lago e por sobre aquelas águas serenas não mais enxergou o reflexo do seu ser, mas a figura de uma menininha linda de olhos azuis e uma aura dourada.

Por vê-la como rainha, desde logo a chamou Esther. Trazia esta vida no seu ventre e chorou de alegria por sentir que carregava em si a essência de seu amado e que este amor enfim seria eterno...

(Marcos)

Enviar-me um e-mail quando as pessoas deixarem os seus comentários –

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Casa dos Poetas e da Poesia.

Join Casa dos Poetas e da Poesia

Comentários

  • Gestores

    Lindo e triste!

    Uma trama bem elaborada.

    Parabéns Marcos!

    Feliz 2018!

  • Lindo!

    Beijos!

    Nina

  • Muito bonito o seu conto amigo Marcos, fiquei encantada, abraços.

  • Maravilhoso, querido Marcos.

    Beijos

  • Gestores

    UAU...

    Ainda bem que sorrio entre as lágrimas que iam se juntando no decorrer do Filme (todo conto é um Filme)...

    .

    Ainda bem que Esther - Rainha eterniza o Anjo e junto co'a Feiticeira - o AMOR...

    CPNO = Como Perguntar Não Ofende - Pergunto... Não dá para ressuscitar o Anjo - usando dos Infinitos Poderes que te foram Concedidos (agora - parece que como "Aprendiz de Feiticeiro"???

    .

    MARAVILHOSO teu Conto... Invejável mesmo... HEMOcionante!!! Demais!!! (queremos bis... tris... eteteriZ!!!) gaDs

    Ah - Certamente alguma Designer deixará u'a Imagem que represente esta Maravilha que repito... Me emocionou... Molhou meu rosto! + gaDs

This reply was deleted.
CPP