ELE NÃO...

 

Resultado de imagem para FINGIMENTO DO POETA

 

ELE NÃO...

 

Eu finjo! Tu finges! Ele não...

Quem falou "o poeta é um fingidor"

Sabe bem que no fundo é amor,

É paixão, dor, fogo ardente

Nostalgia, spleen, emoção...

 

O poeta não finge, ele sente.

Sente as dores do mundo caduco,

A alegria das flores florindo,

O mistério do amor despertando,

A aflição de uma alma partindo...

 

Ele ouve o silêncio e os gritos

Dos aflitos, sem voz e dos mudos,

Dos que choram nos becos, vielas

Dos que clamam segurando velas

Dos que cantam os seus absurdos...

 

Ele vê a pureza das crianças,

A  beleza de toda aliança,

A nobreza e a força dormentes,

O sutil despertas da alegria,

A energia que move sua mente

E o inspira a criar alegorias...

 

Eu finjo! Tu finges! Ele não...

Se tão completamente ele sente

A dor que à alma alicia,

Ele escreve, no fundo, não mente

Simplesmente ele sua em versos

Ele verte sangrando poesia.

 

By Nina Costa, in 14/09/2019

 

 

 

 

 

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Casa dos Poetas e da Poesia.

Join Casa dos Poetas e da Poesia

Enviar-me um email quando as pessoas responderem –

Respostas

  • Gestores

    997133864?profile=RESIZE_710x

    • Obrigada, amiga!

      Beijos!

      Nina

  • Gestores Adm

    Lindíssima tua composição, poetisa.

    Mativeste o tema em pauta.

    Parabéns!

    • Obrigada amiga Edith!

      Que bom que você apreciou meu texto!

      Beijos!

      Bom dia!

      Nina

  • Nossa! Foi certeira, Nina. Maravilha de poesia.

    • Obrigada, amiga!

      Fico muito feliz que tenha gostado.

      Bjs!

  • Gestores

    3557774194?profile=RESIZE_930x

    • Obrigada, amiga!

      Bjs!

  • Gestores

    735372391?profile=RESIZE_710x

    • Obrigada, Marso! 
      Grata pela formatação!

      Grande beijos!

      Nina

This reply was deleted.
CPP