Só em voçe...

Só em voçe encontro o romantismo

provocando-nos em uníssono

o desejo de amor declarando aos ventos

o perfume contagiante de ti

a preciosa hora imaginada

em gomos glamorosos,repentinamente

enclausurados nas margens longínquas

onde me faço teu rio

e tu sinuosa jorrando caudalosa

em ondas oceânicas

regurgitas toda em meu mar

quase me afogando,impetuosa

 

Só em voçe

declaro meus versos tocados

na tempestade dos ventos

sedimentando todas as equações

matemáticas onde multiplicámos

a exactidão dos abraços

a cadência perene dos beijos

as realidades totalitárias

onde me delicio na textura

marginal dos teus gestos

desesperadamente prioritárias

 

Só em voçe declaro preciosamente

cada sonho gestante onde nos

embebedamos até amadurecer

de vez o ínfimo suspiro encantado

neste poema zelosamente

em nós transplantado

 

Frederico de Castro

 

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Casa dos Poetas e da Poesia.

Join Casa dos Poetas e da Poesia

Enviar-me um email quando as pessoas responderem –

Respostas

  • Frederico de Castro muito me agradou a beleza e polidez do seu texto!

  • Gestores

    Lindos teus versos Fred. Parabéns!

  • Belíssimo amigo Fc, parabéns, beijinho.

  • Gestores

    3638197?profile=RESIZE_1024x1024

    3638217?profile=original

  • É belissimo, meu querido FC.

     Muito romántico e muito bom, amigo!

     Nossa... me arrepiei... (Se diz assim?... rsrsrs)

     Parabéns!!!!

     Beijos

    3637953?profile=original

This reply was deleted.
CPP